<
>

Renato Gaúcho valoriza poder de reação do Grêmio: 'Foi muito bom'

Pela 11ª rodada do Campeonato Brasileiro, o Grêmio empatou em 1 a 1 com o Palmeiras, na tarde deste domingo, na Arena. O time alviverde saiu na frente com Raphael Veiga, mas o time da casa igualou o placar com Ferreira nos acréscimos. O técnico Renato Portaluppi falou sobre a estratégia da equipe gaúcha para o confronto.

"Nós montamos uma estratégia hoje para jogar contra a equipe do Palmeiras, que é bem treinada, forte e que tem jogadores de nível de seleção. No primeiro tempo, o Palmeiras praticamente não teve muitas oportunidades. No segundo tempo, no momento em que eu coloquei a equipe mas para a frente, infelizmente tomamos o gol. Mas tivemos o poder de reação, chegamos ao empate com o 'Ferreirinha'", disse o treinador em entrevista coletiva após o duelo.

Renato ainda exaltou o poder de reação do Grêmio e elogiou o elenco da equipe. Contra o Palmeiras, 12 jogadores formados na base do clubes foram relacionados.

"É o trabalho que a gente faz, com a base. Eu sempre falo. Hoje nós tínhamos 24 jogadores concentrados, sendo 12 da base. Nosso poder de reação hoje foi muito bom", afirmou.

"O que muitas pessoas não estão entendendo é que o Grêmio está enfrentando grandes equipes do futebol brasileiro. Hoje foi uma prova disso. E nós temos vários jogadores no departamento médico. Não estou me queixando disso, mas estou querendo mostrar a força do nosso grupo, com os garotos", completou o técnico.

Com apenas uma vitória nos últimos sete jogos, o Grêmio é o 11º colocado do Brasileirão, com 13 pontos. Renato Portaluppi reconheceu que o time precisa voltar a vencer, mas lembrou a dificuldade das partidas da competição nacional.

"Nós estamos simplesmente com quase 11 jogadores no departamento médico, e o Grêmio está mostrando a força dele, jogando com todos esses desfalques. O Grêmio, querendo ou não, tem uma derrota no Campeonato Brasileiro. Tudo bem, que está na hora da gente voltar a vencer, mas não é assim, todo mundo quer ganhar e todos os jogos são difíceis", concluiu.