<
>

Libertadores: São Paulo busca empate com River, mas termina rodada fora da zona de classificação

Em jogo emocionante, São Paulo e River Plate empataram por 2 a 2, nesta quinta-feira, no estádio do Morumbi, pela 3ª rodada do grupo D da Conmebol Libertadores.

A equipe brasileira saiu na frente, mas viu o time argentino, que não entrava em campo há meses, fazer uma boa atuação e conseguir virar o placar. No entanto, os comandados de Fernando Diniz buscaram o empate logo na sequência e garantiram um ponto valioso contra o atual vice-campeão sul-americano.

O resultado, porém, deixa o Tricolor em 3º lugar do grupo E, fora da zona de classificação para a proxima fase. No momento, a LDU lidera, após vencer o Binacional e chegar a 6 pontos, enquanto o River está no 2º posto, por ter saldo de gols melhor que os brasileiros.

Em campo, o São Paulo começou de forma fulminante e precisou de apenas 10 minutos de bola rolando para abrir o placar.

Após virada de jogo, Reinaldo chutou forte para a área, a bola desviou em Enzo Pérez e enganou o goleiro Armani, morrendo no fundo das redes.

A experiente equipe argentina, porém, não se abalou, e tratou de tocar a bola em velocidade para buscar o empate.

Ele demorou apenas oito minutos para vir: depois de excelente jogada coletiva, Santos Borré recebeu livre na área e só tirou de Volpi para marcar.

O tento animou os argentinos, que passaram a mandar na partida pelos minutos seguintes, antes do Tricolor conseguir equilibrar as coisas novamente.

No entanto, o placar não se mexer mais, e o grande momento de emoção acabou sendo um empurra-empurra já nos acréscimos.

Na volta do intervalo, o panorama não se alterou tanto: o São Paulo tinha muitas dificuldades na saída de bola, e o River controlava a partida ao seu gosto.

O técnico Fernando Diniz demorava a mexer, e a equipe paulista pouco conseguia ameaçar a meta de Armani, que apenas acompanhava.

Os argentinos gostavam do jogo, e conseguiram a virada com Álvarez: ele recebeu bom passe e bateu forte, no alto, para vencer Volpi.

O São Paulo, porém, reagiu rápido: em boa descida pela esquerda, Reinaldo cruzou, Armani bateu para o meio da área, a bola pegou na canela de Angileri e entrou.

Nos minutos finais, as duas equipes perderam grandes chances, e o jogo terminou mesmo em 2 a 2.

Ficha técnica

São Paulo 2 x 2 River Plate-ARG

GOLS: São Paulo: Enzo Pérez (contra) e Angileri (contra) River Plate: Santos Borré e Álvarez

SÃO PAULO: Tiago Volpi; Igor Vinícius. Diego Costa, Léo Pelé e Reinaldo; Tchê Tchê, Hernanes e Igor Gomes; Gabriel Sara (Toró), Vitor Bueno (Paulinho Boia) e Pablo (Brenner) Técnico: Fernando Diniz

RIVER PLATE: Armani; Montiel, Martínez Quarta, Pinola e Angileri; Enzo Pérez (Sosa), Álvarez e Fernández (Ponzio); De La Cruz (Ferreira), Santos Borré e Matías Suárez (Carrascal) Técnico: Marcelo Gallardo

Estatísticas

gol de Santos Borré na atual edição da Libertadores

O São Paulo teve 55% de posse de bola no 1º tempo

O River Plate fez apenas 5 faltas durante todo o 1º tempo

O São Paulo finalizou mais no 1º tempo: 6 contra 4

O São Paulo terminou o jogo com 11 finalizações, contra 8 do River

São Paulo segue tendo 0 derrota contra argentinos no Morumbi pela Libertadores


Classificação

Grupo D

1. LDU: 6 pontos em 3 jogos
2. River Plate: 4 pontos em 3 jogos (saldo +5)
3. São Paulo: 4 pontos em 3 jogos (saldo +2)
4. Binacional: 3 pontos em 3 jogos


Próximos jogos

As duas equipes voltam a campo na próxima semana pela Libertadores.

  • Terça-feira, 22/09, 21h30*, LDU x São Paulo

  • Terça-feira, 22/09, 21h30*, Binacional x River Plate

*horário de Brasília