<
>

Flamengo: Torrent 'não lembra' de perder dois jogos como agora, mas é 5ª vez que acontece em dois anos

play
Domènec Torrent: 'Eu sou vencedor, não me lembro de perder dois jogos seguidos, mas acontece' (1:13)

Técnico do Flamengo destacou a falta de ritmo de jogo da equipe (1:13)

Após o revés do Flamengo para o Atlético-GO por 3 a 0 na última quarta-feira (12), o técnico Doménec Torrent mostrou-se surpreso. Afirmou que não está acostumado a perder duas partidas consecutivas e que nem se lembrava da última vez que isso aconteceu. De fato, não é algo tão comum para o catalão e nos últimos dois ocorreu apenas quatro vezes.

Dome, como passou a ser chamado pela torcida do Flamengo, dirigiu o New York City entre 2018 e 2019, com 57 partidas oficiais no período. O retrospecto geral aponta 27 vitórias, 14 empates e 16 derrotas.

Em 2018, o time dele sofreu dois reveses consecutivos três vezes: Colombus Crew e New England Revolution, em setembro, Minnesota United e DC United, em outubro, e Atlanta United (duas vezes), em novembro.

O que talvez ele tenha apagado da memória é que, pior do que a série de duas derrotas consecutivas, ele viu o NY City ficar seis partidas seguidas sem vencer em 2018, com três empates e três derrotas.

Em 2019, quando comandou a equipe em mais partidas, apenas uma vez perdeu dois compromissos seguidos: Portland Timbers e NY Red Bull, em julho, pela MLS - entre os dois jogos, um empate e eliminação nos pênaltis na Copa. Mas a equipe chegou a ficar seis jogos sem ganhar, com cinco empates e uma derrota.

É importante lembrar que, aos 58 anos, Domènec Torrent é treinador desde 1991, mas entre 2007 e 2018 trabalhou como auxiliar de Pep Guardiola no Barcelona, no Bayern de Munique e no Manchester City, respectivamente.

Excluindo o período ao lado de Guardiola, ele tem apenas um título como treinador. É a quarta divisão do Campeonato Espanhol pelo Girona, em 2004/05. Por isso, não é errado afirmar que está diante do maior desafio da carreira.

play
0:28

Torrent afirma que 'quando perdemos, perdemos todos' e analisa Atlético-GO: 'Eles jogaram em um ritmo mais alto'

Técnico destacou o baixo ritmo de jogo do Flamengo durante a partida em Goiás

Em início de trabalho no Flamengo, e já muito cobrado para manter a trilha de sucesso de Jorge Jesus, Domènec Torrent soma dois jogos e duas derrotas pelo Campeonato Brasileiro. E já é cobrado por isso.

"Eu sei que não é normal porque o Flamengo é vencedor, ganhou quase tudo. Eu sou vencedor, não me lembro de perder dois jogos seguidos. Mas isso acontece algumas vezes no futebol. Isso vai acontecer algumas vezes agora na volta do futebol porque as vezes a outra equipe jogou muito mais jogos que você ou você está sem jogar há 24 dias. Não é fácil!”, disse, na quarta.

“Quando você jogou futebol, sabe que precisa de ritmo, de mais treinamentos para ter um ritmo alto. Quando voltarmos ao ritmo alto, temos mais possibilidades de vencer novamente. Mas estamos trabalhando duro, todos os jogadores e comissão, para voltar a ganhar de novo. Mas não é fácil porque isso é futebol e todos estão muito bem preparados para vencer equipes como o Flamengo, todo mundo quer vencer o Flamengo porque o Flamengo venceu quase todos no ano passado".