<
>

Renato Gaúcho critica Jorge Jesus em negociação de Everton: 'Tentou fazer a cabeça dele para não entrar em campo'

play
Renato Gaúcho diz que atitude de Jorge Jesus com Everton Cebolinha 'não existe': 'Tentou fazer a cabeça para o jogador não entrar em campo' (3:43)

Negociado com o Benfica, atleta brasileiro recebeu ligação do treinador português antes do Gre-Nal (3:43)

O atacante Everton está de saída para o Benfica. O jogador do Grêmio confirmou em entrevista após o título do 2º turno do Gaúcho contra o Internacional. Mas Renato Gaúcho não gostou do comportamento de Jorge Jesus, técnico do clube português, na negociação.

Na entrevista pós-jogo, Renato criticou o ex-técnico do Flamengo, para o Benfica.

"Me aborreceu o Jorge Jesus ter ligado para o jogador (Everton). O treinador estrangeiro vem aqui, faz um bom trabalho e a imprensa brasileira trata como normal fazer isso com o jogador. Ele ligou para o jogador, falou com ele, fez a cabeça dele. O treinador, seja ele quem for, no caso foi o Jorge Jesus... isso não existe", comentou.

"Aí a imprensa diz que é algo normal. Eu me coloco como treinador do Grêmio e ligo para um jogador do Benfica nas vésperas de uma decisão. Como eu seria tratado pela imprensa portuguesa? Sabia que a negociação não estava fechada, e tentou fazer a cabeça do jogador. Ficamos calados e isso não pode acontecer. Mas o Everton se comportou bem e em nenhum momento falou que não queria jogar", adicionou.

O técnico revelou que Everton visitou o técnico durante a madrugada e pediu para atuar no clássico Gre-Nal. Renato ainda destacou que o comportamento de Jesus deu um "freio" no negócio.

"Por esse ato do Jorge Jesus, as coisas tiveram um retrocesso".

A negociação de Everton gira em torno de 22 milhões de euros (R$ 137,9 milhões) e o time gaúcho tem direito a 50% do valor.

Aos 24 anos, o atacante fez 274 jogos e marcou 69 gols pelo Grêmio.