<
>

PSG que nada! Conheça o Lille, clube francês que revela talentos para potências da Europa

play
Neymar comemora título da Copa da Liga Francesa com troféu na mão e cantando com grupo de pagode (0:15)

Via Instagram @neymarjr | Brasileiro celebrou neste sábado o título conquistado na última sexta sobre o Lyon (0:15)

Quando se fala em Ligue 1, o primeiro nome que vem à cabeça do fã de esporte é o Paris Saint-Germain.

Outro time, porém, tem se destacado nos últimos anos por ser um dos clubes que mais revela talentos para as grandes potências europeias: o Lille.

A equipe do norte da França se transformou em um dos melhores do mundo em buscar talentos, lapidá-los e ganhar dinheiro. Tudo começou em 2005, quando o Lille trouxe para suas categorias de base um belga até então desconhecido.

No clube, Eden Hazard se transformou em um dos melhores jogadores do mundo e apareceu para o futebol em 2010 quando, aos 19 anos, levou a equipe ao título do Campeonato Francês. Acabou vendido ao Chelsea por 35 milhões de euros.

A grande venda, porém, foi de NIcolas Pépé. O marfinense se destacou na temporada 2018/2019 da Ligue 1, seu segundo ano no clube, anotando 22 gols e dando 11 assistências. Como resultado foi vendido ao Arsenal por 80 milhões de euros, a maior compra da história dos Gunners. O Lille pagou 10 milhões de euros pelo atacante.

A venda mais recente é Victor Osimhen. Depois de fazer uma excelente temporada, o nigeriano de 21 anos foi anunciado pelo Napoli na sexta-feira. Osimhen havia sido contratado por 24,5 milhões de euros e foi vendido por 70 milhões de euros (mais variáveis), um lucro de 46,5 milhões.

Nesse meio tempo, o Lille também foi buscar Rafael Leão no Sporting e vendeu o português para o Milan, e Thiago Mendes no São Paulo - o brasileiro foi vendido ao Lyon.