<
>

Dívida na Fifa pode impedir Corinthians de registrar novas contratações, diz site

O Corinthians pode ser impedido pela Fifa de inscrever novos jogadores nas competições que for disputar caso não acerte uma dívida com o Montevideo Wanderers, do Uruguai, pelo zagueiro Bruno Méndez, 20. A informação é do “GloboEsporte.com”.

De acordo com o texto, o Montevideo Wanderers acionou a Fifa no começo do ano para reclamar de duas parcelas atrasadas referentes aos direitos do zagueiro. A punição já consta na decisão da Fifa caso o pagamento não seja feito.

A reportagem diz que o Corinthians pagou apenas a primeira parcela, cujo valor não foi revelado. O valor total é R$ 18,5 milhões.

O prazo dado pela Fifa para que a pendência seja resolvida é 22 de junho, daqui dez dias. Se não cumprir, a decisão terá de ser cumprida e o time não poderá inscrever jogadores, sejam nacionais ou estrangeiros, por até três janelas.

O Corinthians ficará livre da pena quando pagar a dívida, explica o texto. A diretoria pode recorrer ao TAS, mas os custos não compensariam e a chance de a equipe ter a pena mantida é maior.

Como exemplo, a punição pode comprometer a vinda dos atacantes Jô, que rescindiu o vínculo com o Nagoya Grampus, do Japão, para retornar ao clube, e Léo Natel, ex-São Paulo.

O clube do Parque São Jorge vive um momento financeiro conturbado. Antes mesmo da paralisação causada pela pandemia do novo coronavírus, o clube estava com dificuldade para quitar salários dos funcionários e dos jogadores. Durante a quarentena fez reduções e cortes.