<
>

O técnico que assumiu time na quarentena e conheceu os jogadores por App de videoconferência

Em entrevista ao jornal The Guardian, o técnico José Ramón Sandoval contou sua experiência inusitada ao assimuir o comando do Fuenlabrada, da 2ª divisão espanhola.

Sandoval foi anunciado como novo treinador na véspera da adoção da quarentena na Espanha, por causa da pandemia de COVID-19, que atingiu o país com enorme força.

Por conta disso, o treinador demorou meses para conhecer seus atletas pessoalmente, e teve que se virar para comandar treinos e preleções via Zoom, aplicativo de videoconferência.

"O trabalho neste período vem sendo algo como uma dissertação de mestrado", comparou Sandoval.

O comandante contou as estratégias que adotou para "conquistar" seus comandados através do computador.

"Meu primeiro desafio era tentar cativá-los de casa. A primeira coisa que fiz foi pedir para montarem um vídeo com os melhores momentos da temporada, editá-lo e colocar uma boa música. Quando houve o lockdown, a equipe não ganhava há 13 jogos, e eu não queria que eles ficassem remoendo isso. Queria pensamento positivo. Estamos trabalhando neste ideia há nove semanas", relatou.

Além disso, Sandoval se adaptou à escala de treinamentos físicos pelo mundo virtual.

"Nós montamos um programa de treinamentos para evitar lesões e criar uma estrutura diária para que seus metabolismos não mudassem: acordar às 9h, café da manhã, conectar. Eles tinham que me mandar uma foto de suas balanças na sequência. Às 9h15 de cada dia, eu já tinha o peso de cada atleta. A ideia não era policiá-los, mas sim mostrar que eles não estavam sozinhos nessa", afirmou.

"Depois, a gente tinha duas sessões de treinos a cada manhã, depois dois trabalhos físicos na tarde, e o envio de relatórios de noite. Eu ligava para todos de maneira individual, tinha longas conversas, perguntava como eles estavam, como estavam as famílias. É difícil construir a relação treinador-jogador de longe, mas ao menos consegui conhecê-los melhor", observou.

Os treinos presenciais só voltaram em 11 de maio, e a esperança é que a 2ª divisão espanhola seja retomada em 12 de junho.