<
>

Há 18 anos, 1º brasileiro chegava ao Shakhtar; relembre títulos e vendas a gigantes que geraram mais de R$ 1 bilhão

O Shakhtar Donestk virou um polo do futebol brasileiro nos últimos 18 anos. Desde que o atacante Brandão chegou para o desconhecido time da Ucrânia, uma legião passou por lá, fazendo crescer o clube, vencendo títulos e gerando vendas milionárias para grandes clubes da Europa.

São 32 jogadores contratados do Brasil pelo milionário Rinat Ajmetov, que já foi o homem mais rico da Ucrânia. Com isso, convenceu nomes que se destacavam no futebol brasileiro a encarar o frio do país. Entre eles, por exemplo, Elano, Jadson, Fernandinho, Douglas Costa e Willian.

Desde 2004, quando a legião começou a ser formada (Brandão ficou sozinho por duas temporadas), o Shakhtar venceu 27 títulos nacionais, além da Europa League em 2009, quando bateu times como Tottenham, Olympique de Marselha e o rival Dínamo de Kiev antes da decisão contra o Werder Bremen, vencida por 2 a 1 na prorrogação com gols de Luiz Adriano e Jadson.

O sucesso gerou a procura de grandes clubes europeus. Das 10 maiores vendas da história do clube, sete são brasileiros. Fred (Manchester United), Alex Teixeira (JS Suning-China), Fernandinho (Manchester City), Willian (Anzhi), Matuzalém (Zaragoça), Elano (Manchester City) e Douglas Costa (Bayern de Munique), juntos, deram 240,5 milhões de euros ao clube ucraniano (R$ 1,4 bilhão na cotação atual).

Mudança na estratégia

Entre 2015 e 2016, foi a primeira vez que o Shakhtar ficou sem contratar brasileiros. A partir de 2017, o time voltou a carga, mas com uma estratégia diferente. Ao invés de pegar jogadores que eram destaque, miraram em jovens, muitos que sequer atuaram profissionalmente no Brasil.

Foram oito contratados em 2017 e 2018, com apenas Moraes (experiente que era do rival Dinamo de Kiev) e Maycon (ex-Corinthians) tendo uma história antes de chegar à Ucrânia.

Outros nomes, como Dodô, Tetê, Vitão, Marquinhos Cipriano, Fernando e Marcos Antonio, vão se desenvolver no frio da Ucrânia para, quem sabe, dar os mesmos títulos e vendas milionárias que a geração do início dos anos 2000 proporcionou.

Lista dos jogadores brasileiros no Shakthar Donestk (contando ano de chegada)

2002 – Brandão

2004 – Jadson/Matuzalem/Batista/Elano

2005 – Leonardo/Fernandinho

2006 – Luiz Adriano

2007 – Ilsinho/Willian

2009 – Alex Teixeira/Douglas Costa

2010 – Eduardo da Silva

2011 – Alan Patrick/Dentinho

2012 – Maicon Oliveira/Taison/Ismaily

2013 – Fernando/Fred/Bernard/Wellington Nem

2014 – Marcio Azevedo/Marlos

2017 – Dodo

2018 – Tete/Moraes/Fernando/Marcos Antonio/Maycon/Marquinhos Cipriano/Vitão