<
>

Libertadores e Sul-Americana: Brasileiros oficializam hoje candidaturas para receber finais; veja trunfos dos 9 concorrentes

play
Quem deve receber a final da Libertadores? Marra analisa estádios brasileiros e expõe pontos fortes (1:56)

Brasil tem cinco casas inscritas para abrigar a decisão continental nos próximos três anos (1:56)

Nesta sexta-feira, 29, os estádios candidatos a receber as finais das próximas edições da Libertadores e da Sul-Americana (2021, 2022 e 2023) terão de submeter seus formulários de candidatura com as respostas para um questionário elaborado pela Conmebol.

Nove estádios brasileiros concorrem. Cinco buscam receber a final da Libertadores: Arena Corinthians (São Paulo), Arena da Baixada (Curitiba), Beira-Rio (Porto Alegre), Maracanã, sede da final da Libertadores em 2020 (Rio de Janeiro, concorre a partir de 2022), e Morumbi (São Paulo).

Para a final da Sul-Americana, concorrem Arena Castelão (Fortaleza), Arena Fonte Nova (Salvador), Arena Pernambuco (São Lourenço da Mata, Região Metropolitana de Recife) e Mané Garrincha (Brasília).

Dos que concorrem à Libertadores, o estádio do Athletico-PR, o do Internacional e o Maracanã também postulam receber a decisão da Sul-Americana.

A Argentina concorre com quatro estádios da grande Buenos Aires - La Bombonera (Boca Juniors), Monumental de Nuñez (River Plate), Libertadores de América (Independiente, em Avellaneda) e Presidente Perón (Racing, também em Avellaneda) - e um de Córdoba (Mario Kempes) para receber a Libertadores.

Para a Sul-Americana, concorrem todos os da Libertadores, exceto o Mario Kempes. A eles, soma-se o Nuevo Gasometro (San Lorenzo), também da capital, e o Estádio Único da cidade de Santiago del Estero.

O Chile postula receber as duas finais no Estádio Nacional, de Santiago. E o Equador tentará a Libertadores com o Monumental Banco Pichincha (Barcelona de Guayaquil) e, a Sul-Americana com o Rodrigo Paz Delgado (da LDU, em Quito).

O ESPN.com.br conversou com os comitês responsáveis pelas candidaturas dos estádios do Brasil pedindo para que apontassem seus principais trunfos para bater a concorrência.

O Athletico e o Corinthians preferiram não se manifestar sobre seus estádios e candidaturas. A cidade de Brasília não respondeu a solicitação até o fechamento deste texto. Mas a reportagem listou algumas das características que jogam a favor de suas candidaturas.

Veja abaixo:

Beira-Rio

Cidade: Porto Alegre
Capacidade: 50.128
Inauguração: 1969, reformado para a Copa do Mundo de 2014
Postula: Libertadores e Sul-Americana
Pontos Fortes:

“O estádio é muito moderno, tendo sido totalmente reformado para a Copa do Mundo de 2014. É um empreendimento sustentável, com capacidade próxima a 50 mil, adequada para uma decisão de grande porte. Porto Alegre fica muito bem localizada geograficamente e conta com boa infraestrutura de aeroporto e transporte. O estádio está localizado na orla do Rio Guaíba, uma região que está sendo repaginada para o surgimento de uma verdadeira orla turística. O Rio Grande do Sul é também o estado mais sul-americano do Brasil, e temos uma cultura que combina bastante com as competições - sem mencionar que temos a maior rivalidade do futebol nacional, quiçá mundial, que é mais um atrativo cultural e esportivo de nossa cidade.”

Victor Grunberg (vice-presidente de administração do Internacional)


Maracanã

Cidade: Rio de Janeiro
Capacidade: 78.838
Inauguração: 1950, reformado para a Copa do Mundo de 2014
Postula: Libertadores (a partir de 2022) e Sul-Americana
Pontos fortes:

"O Maracanã é a casa do inesquecível. Um dos principais palcos do futebol mundial e um dos símbolos do que há de melhor em nosso país e continente. Nossa candidatura para sediar decisões sul-americanas é natural e uma honra para nós. Recebemos recentemente finais de Copa do Mundo, Jogos Olímpicos, Copa América e Copa das Confederações, com uma estrutura que atende a exigências dos maiores eventos globais. Temos certeza de que a experiência para os torcedores e parceiros será especial para todos".

Alexandre Vasconcellos (gerente de marketing do Maracanã)


Arena Pernambuco

Cidade: São Lourenço da Mata, Região Metropolitana de Recife
Inauguração: 2013
Capacidade: 44.300
Postula: Sul-Americana
Pontos Fortes:

“Fomos recentemente escolhidos para receber a primeira partida da seleção nas Eliminatórias para a Copa de 2022, contra a Bolívia (adiada devido à pandemia), o que por si só já atesta a qualidade do equipamento, tendo sido inclusive elogiado pelo técnico Tite pelo gramado e pela estrutura. Fomos sede da Copa do Mundo de 2014 e temos expertise em grandes eventos esportivos, como também a Copa das Confederações, além das finais de Estaduais. Na questão de segurança e saúde, estamos dentro dos parâmetros exigidos e estaremos preparados para lidar com o novo cenário que surgirá após a pandemia. Nossa cidade é bem estruturada e temos planejamento especial para facilitar a locomoção do público em grandes eventos. A rede hoteleira de Recife é muito ampla e conta com outros excelentes destinos turísticos próximos, como Porto de Galinhas e Fernando de Noronha. Temos o aeroporto mais movimentado do nordeste com enorme capacidade receptiva, que está entre os 100 melhores do mundo e no top 3 do Brasil. Por fim, contamos com uma população louca por futebol, com três times de enormes torcida e tradição: Náutico, Sport e Santa Cruz.”

Rodrigo Novaes (secretário de turismo e lazer de Pernambuco)


Morumbi

Cidade: São Paulo
Capacidade: 66.795
Inauguração: 1960, mas passou por diversas reformas e ajustes, sendo a mais recente concluída em 2019
Postula: Libertadores
Pontos Fortes:

“Maior estádio particular do Brasil, símbolo histórico da maior metrópole da América Latina, palco de sete finais de Libertadores, centenas de clássicos e eventos internacionais, escolhido pela Conmebol para sediar a abertura da última Copa América. Além de ser um templo histórico do futebol sul-americano, o Morumbi soube se modernizar ao longo dos seus 60 anos sem abrir mão de sua essência, da tradição. Contempla a história e a imponência, tal qual a Copa Libertadores.”

Nota oficial, São Paulo Futebol Clube


Arena Fonte Nova

Cidade: Salvador
Capacidade: 47.907
Inauguração: 1951, reconstruído para a Copa do Mundo de 2014
Postula: Sul-Americana
Pontos Fortes:

"Levamos como vantagem termos realizado as principais competições - Copa das Confederações, Olimpíada, Copa do Mundo, Eliminatórias e Copa América. A gente já tem o know-how com competições complexas. Salvador oferece segurança e mobilidade. A Arena está fincada em um dos principais bairros de Salvador e já conta com sete anos de operação. Nossa cidade tem na vocação turística e de entretenimento sua grande valia. Todo esse conjunto nos dá grande vantagem competitiva."

Alexandre Gonzaga (diretor comercial e de operações da Arena Fonte Nova)

Arena Castelão

Cidade: Fortaleza
Capacidade: 52.552
Inauguração: 1963, reformado para a Copa do Mundo de 2014
Postula: Sul-Americana
Pontos Fortes:

“O Estado do Ceará teve um destaque muito importante na Série A do Campeonato Brasileiro de 2019, quando tanto o Ceará quanto o Fortaleza conseguiram permanecer na Série A, tendo o segundo até se classificada para a Sul-Americana. O Estado do Ceará teve a segunda maior média de público do Brasileiro de 2019, e o Fortaleza teve a quarta maior média. Somos o único estado do Nordeste com dois clubes na primeira divisão. A estrutura da cidade é muito boa e contamos com um dos aeroportos mais modernos do País, hub de diversas companhias , um grande facilitador para recepcionar torcedores. A Arena Castelão preenche os requisitos técnicos, e já temos experiência com a Copa do Mundo e uma capacidade de público maior que as dos concorrentes”

Rogério Pinheiro (secretário de esporte e juventude do Estado do Ceará)


Arena Corinthians

Cidade: São Paulo
Inauguração: 2014
Capacidade: 49.205
Postula: Libertadores
Pontos fortes:

O estádio construído para a Copa de 2014 tem vocação para grandes eventos, Além do Mundial de seleções, já recebeu partidas de Jogos Olímpicos e de Eliminatórias para a Copa do Mundo. Tem acesso fácil por trem e metrô e boa área de recuo e isolamento de torcedores, conforme o padrão Fifa. Já recebeu diversos jogos decisivos, como a final do Campeonato Paulista de 2019.


Arena da Baixada

Cidade: Curitiba
Inauguração: 1999 (reformado para a Copa do Mundo de 2014)
Postula: Libertadores e Sul-Americana
Capacidade: 42.372
Pontos fortes:

Estádio completamente adaptados aos padrões da Fifa, por conta de sua readequação para a Copa de 2014. Já recebeu, portanto, jogos da Copa do Mundo. A cidade de Curitiba é conhecida pela qualidade e eficiência de seu transporte público. Também recebeu a final da Sul-Americana de 2018, então disputada em dois jogos, e vencida pelo time da casa.


Estádio Mané Garrincha

Cidade: Brasília
Inauguração: 1974, reconstruído para a Copa de 2014 (conclusão da obra em 2013)
Postula: Sul-Americana
Capacidade: 69.349
Pontos Fortes:

Está adequado aos padrões da Fifa, pois já recebeu jogos de Copa do Mundo, Copa das Confederações e Jogos Olímpicos. A cidade de Brasília fica localizada quase no centro da América do Sul. Brasília é uma cidade planejada, com uma região totalmente dedicada ao setor hoteleiro e diversos monumentos e prédios de arquitetura única, tombada pela Unesco como patrimônio cultural da humanidade.