<
>

Ex-seleção argentina diz que ex-presidente brasileiro da Fifa 'boicotou' Maradona com doping em 94: 'Um teatro'

Ex-jogador da Roma e da seleção argentina, Abel Balbo fez uma acusação forte e polêmica à rede TyC nesta quinta-feira. Ele disse que João Havelange comandou um boicote ao selecionado albiceleste na Copa do Mundo de 1994, com a suspensão de Maradona por doping.

Hoje dirigente esportivo, Balbo acusa o brasileiro, então presidente da Fifa naquele ano, de ter manipulado a situação para evitar que a Argentina fosse campeã em seu último ano de mandato. Ele foi sucedido pelo suíço Josep Blatter.

“Tudo o que aconteceu com o Diego foi obra de um boicote. A Argentina incomodava e eles não podiam permitir que fossemos campeões no último ano de Havelange [na presidência], com Maradona como o capitão. Foi tudo muito estranho. Diego era muito sincero conosco e ele estava fazendo tudo certo para poder jogar”, disse Balbo.

O ex-jogador aponta a sucessão de acontecimentos naquele Mundial para duvidar da versão dada pela Fifa. Na época, gerou muita polêmica a declaração de Julio Grondona, então presidente da AFA (Associação Argentina de Futebol), dando o nome de Maradona ao ser indagado por uma repórter quem seria o jogador que testou positivo. A delegação albiceleste havia acertado de não se manifestar sobre o caso.

“Como eles foram procurar Maradona e o pegaram pela mão, montaram um teatro inteiro. Foi a única vez na história que uma enfermeira foi procurar um jogador no campo. Então, com o tempo percebemos que tínhamos razão: tudo na Fifa era bastante sujo”, disse Balbo.

Maradona foi flagrado pelo exame antidoping após a segunda partida da Argentina na Copa, vitória por 2 a 1 sobre a Nigéria, por uso de efedrina. Ele foi suspenso e não enfrentou a Bulgária nem a Romênia, esta partida válida já pelas oitavas de final da competição.

"Perdemos Diego e depois [por contusão] Caniggia. Com a Romênia perdemos milhões de gols, o time não era o mesmo, o grupo estava fraco. Eu estava convencido de que seríamos campeões do mundo Essa Copa do Mundo é a maior decepção da minha carreira", disse.

A Argentina não passou da Romênia, e Maradona, campeão em 1986 e vice em 1990, nunca mais jogou uma Copa do Mundo. E o melhor resultado dos argentinos desde então foi o vice-campeonato em 2014, no Brasil.