<
>

Totti revela por que disse 'não' ao Real Madrid e garante: 'Minha vitória mais linda foi ter ficado na Roma'

Em uma live no Instagram com o ator italiano Salvatore Sposito, da série "Gomorrah", o ex-meia Francesco Totti revelou o motivo de ter recusado o convite para jogar no Real Madrid, no início dos anos 2000.

O campeão do mundo em 2006 com a seleção italiana admitiu que ficou pensativo com a proposta feita pelos "galácticos", e esteve perto de deixar sua amada Roma.

No entanto, o ex-atleta contou que conversas com pessoas próximas foram decisivas para que ele mudasse de ideia e ratificasse seu "fico" na capital italiana até o fim da carreira.

"Houve um momento em que eu tinha que tomar essa decisão de ir para o Real Madrid. Seria a única equipe que eu teria deixado a Roma para jogar lá. Mas meus amigos e minha família me fizeram pensar, me fizeram refletir... E, para mim, essa é minha maior vitória, meu maior troféu: o de só ter vestido uma única camisa", afirmou.

Em outras entrevistas, Totti já havia dito que, caso tivesse aceitado o chamado dos merengues, certamente teria conquistado muitos troféus a mais, especialmente da Liga dos Campeões.

Ao ficar na Roma, acabou encerrando sua longa carreira de 25 anos com apenas cinco conquistas: um Italiano, duas Copas da Itália e duas Supercopas da Itália.

No entanto, ele garante que não se arrepende.

"Tive alguns troféus na minha carreira, mas a vitória mais linda foi ter ficado na Roma", bradou.

Totti se aposentou ao final da temporada 2016/17, tendo registrado 307 gols em 785 partidas pelos giallorossi.