<
>

Zé Rafael, do Palmeiras, ofuscou astros da Premier League na base

play
Edu Meneses pergunta se pode alcançar forma física de Zé Roberto, que se diverte: 'Vai ter que nascer de novo' (0:56)

Fala Comigo! vai ao ar toda semana com convidados variados nas plataformas digitais da ESPN (0:56)

A Inglaterra hoje possui um dos elencos mais fortes do mundo. Prova disso é que chegou na semifinal da última Copa do Mundo, terminando com o 4º lugar geral na competição.

Seis anos antes do English Team brilhar no Mundial da Rússia, porém, um brasileiro ofuscou vários jogadores que hoje fazem parte da seleção britânica e de times gigantes da liga local, como Manchester United e Chelsea.

Trata-se de José Rafael Vivian, mais conhecido como Zé Rafael, que disputou as últimas duas temporadas polo Palmeiras, marcando oito gols em 50 partidas pelo clube.

Quando ainda estava nas categorias inferiores do Coritiba, time que o revelou para o futebol, o polivalente meio-campista participou da edição de 2012 da Dallas Cup, um dos mais tradicionais torneios de base do mundo, nos Estados Unidos.

No Texas, Zé acabou como grande destaque do torneio, conduzindo o Coxa ao título e marcando um dos gols do título na final contra o poderoso Manchester United, que tinha dois nomes no elenco que depois chegariam à Premier League.

"Nosso time era muito bom. Disputamos a Copa São Paulo de Futebol Júnior e terminamos em 3º lugar, perdemos na semifinal para o Fluminense do Marcos Júnior, que fez dois gols. Mas foi uma taça muito boa, que serviu para entrosar a equipe. Depois disso, partimos para disputar a Dallas Cup", lembrou o meia, em entrevista concedida no ano passado sobre sua vida à ESPN.

"Lá nos Estados Unidos, fui campeão e artilheiro da Dallas Cup. Nós enfrentamos outros times muito bons, como o Everton, da Inglaterra, o Monterrey, do México, e o Kashiwa Reysol, do Japão. Na semifinal, eliminamos o Eintracht Frankfurt, da Alemanha, e ganhamos do Manchester United, que era o favorito, na final", exaltou.

A decisão foi disputada em 8 de abril de 2012. O Coritiba contou com gols de Zé Rafael e de Alex Santos, hoje no Potiguar-RN, para ganhar por 2 a 1 e levantar a taça.

O tento dos Red Devils foi anotado pelo zagueiro Michael Keane, que hoje defende o Everton e a seleção inglesa.

"Aquele time do United ainda tinha o Lingard, que hoje é um dos destaques do time principal deles e joga inclusive pela seleção. E dos outros times que derrotamos, o Everton tinha o Ross Barkley, que hoje está no Chelsea, e o Eric Dier, atualmente no Tottenham. Era um timaço! Tanto é que os dois hoje também estão na seleção da Inglaterra", recordou o palmeirense, mostrando memória afiada - a ESPN checou as informações nas súmulas da Dallas Cup e todas conferem.

Zé Rafael até hoje cita essa competição como um ponto de mutação na sua carreira.

"Eu fiz cinco gols na competição, e fiz o gol do 2 a 0 para a gente na final. Depois eles diminuíram, mas a gente segurou e ganhou o título. Foi uma experiência muito boa para mim, porque eu estava com 19 anos e fazia só dois anos que tinha saído do futsal e entrado pro futebol de campo", rememorou.

"Viajei para outro país, foi muito legal. Foram coisas que aconteceram muito rápido na minha vida e eu jamais imaginei que ocorreriam. E ganhar o título fazendo um gol na decisão, ainda mais em cima do United, foi bom demais, algo incrível", exaltou.

Na volta da Dallas Cup, Zé fez a transição final para o elenco profissional do Coxa. Mas, apesar do sucesso na base, não chegou a se firmar no Couto Pereira.

Depois de passar por empréstimos a Novo Hamburgo e Londrina, ele foi para o Bahia em definitivo em 2017. Logo após chegar a Salvador, estourou de vez e tornou-se um dos meias mais disputados do país.

Nos bastidores, Cruzeiro e Palmeiras disputaram sua contratação, mas o Verdão acabou acertando com o atleta. O meia ainda tem mais três anos de contrato, e marcou oito gols em duas temporadas pelo clube.

Reportagem foi originalmente publicada no dia 8 de janeiro