<
>

Dunga lembra dribles que levou de Ronaldinho: 'Se ganhasse todas, seria Beckenbauer'

play
Com alegria, Ronaldinho Gaúcho grava mensagem para família de detento direto da cadeia: 'É o meu atacante!' (0:17)

Elogiado por R10, Pablo Moraez ganhou um 'presente' inesperado na prisão (0:17)

Dunga foi adversário e treinador de Ronaldinho Gaúcho, que despontou para o mundo com a camisa do Grêmio justamente com dribles desconcertantes diante do ex-volante da seleção brasileira, então no Internacional. Esses lances foram lembrados pelo capitão do tetra em entrevista à Rádio Grenal nessa segunda-feira.

“Falam muito dos dribles que eu levei do Ronaldinho. Eu era um jogador de marcação, levei dribles de muitos craques, pois joguei contra vários. Se eu ganhasse sempre nessas disputas, eu seria o Beckenbauer”, afirmou.

Ronaldinho ficou ausente da lista de Dunga para a Copa do Mundo de 2010 e hoje está preso no Paraguai por uso de passaporte falso. O ex-comandante lamentou a situação.

"Eu sinto muito esse momento dele, pois é uma referência para os brasileiros, para as crianças. Quero que isso se esclareça e ele possa voltar logo a sorrir e fazer todo mundo sorrir também."

Na mesma entrevista, Dunga contou sobre o projeto de arrecadar alimentos para ajudar quem está sendo prejudicado com o coronavírus e também falou sobre outro ex-comandado: Neymar.

“É o momento oportuno pra ele ser o melhor do mundo. Ele já fez muitas coisas boas e muitas erradas. Não pode errar mais. Segundo os italianos, ele está na idade do auge. Talvez seja a hora dele. Ele amadureceu muito, procura mais o gol. É um menino que tem muita qualidade.”