<
>

Ídolos e jogadores caros que fracassaram: Inter de Milão faz barca de vendas para reforçar o caixa

A Inter de Milão montou uma barca de jogadores para serem negociados na próxima janela e assim reforçar o caixa do clube neroazzurro. Tudo graças a empréstimos a peso de ouro.

A lista tem nomes como Mauro Icardi, Ivan Perisic, Radja Nainggolan, e outros menos nobres, como Marotta e Ausilio. Os contratos vencem agora em 30 de junho, então, para continuarem onde estão, os clubes precisam fazer valer a cláusula de compra obrigatória.

É o que espera a Inter de Milão, segundo reportagem de “La Gazzetta dello Sport” deste sábado.

Icardi está no Paris Saint-Germain desde setembro e vale 70 milhões de euros (R$ 404 milhões). Ídolo da torcida interista, ele é o jogador com o maior passe, mas a questão não é simples.

No final de fevereiro ele passou a ser preterido entre os titulares. Acumulou apenas 33 minutos em duas partidas da Ligue1. Ficou fora de um jogo da Copa da França e não foi utilizado nos dois jogos contra o Borussia Dortmund pelas oitavas da Champions League.

Já parecia pouco provável que o PSG fosse contratá-lo pelo valor desejado pela Inter. Agora, com a crise que a pandemia do coronavírus trouxe, é bem possível que ele seja totalmente rediscutido.

Perisic tem o valor de compra fixado em 25 milhões de euros (R$ 144,4 milhões) junto ao Bayern de Munique. Vem agradado aos alemães e é mais provável que ele fique.

Porém, a Inter está preparada para uma nova discussão, por causa do contexto atual.

O Cagliari quer continuar com Nainggolan, mas reconheceu no início do ano que seria difícil arcar com valor desejado pelos interistas. Agora então, somente abatendo da segunda parcela referente a Nicolò Barella, comprado pela Inter do Cagliari por 45 milhões de euros (R$ 300 milhões).

Faltam pagar cerca de 25 milhões de euros (R$ 144,4 milhões).

A publicação do jornal italiano destaca que as vendas são importantes para que o clube de Milão consiga “respirar” na próxima temporada e se replanejar.