<
>

Técnico diz o que faltou para Real Madrid galáctico de Zidane, Beckham e Ronaldo 'ganhar tudo'

play
Lucas Vázquez, do Real Madrid, treina com o filho no quintal de casa durante quarentena (0:35)

Será que o pequeno seguirá os passos do pai? - Instagram @lucasvazquez91 (0:35)

Ronaldo, Zidane, Beckham, Raul, Figo e Roberto Carlos. A versão mais "parruda" do Real Madrid dos galácticos tinha tudo para ser um sucesso, mas, em campo, fracassou a ponto de não ganhar nenhum troféu. Por que? O auxiliar-técnico daquele time tem uma explicação.

Braço direito de Carlos Queiroz no Santiago Bernabéu, durante a temporada 2003-04, o português Carlos Peseiro disse que o Real poderia ter vencido tudo que disputou se tivesse mantido dois jogadores em especial.

"Sabíamos que o elenco não era suficientemente grande. Jogamos bem, mas quase sempre com os mesmos jogadores, e isso cansou a equipe três meses antes do fim da temporada. Se Makelele e Morientes não tivessem saído, poderíamos ter vencido tudo", disse Peseiro, hoje treinador da Venezuela.

Os dois citados pelo técnico foram negociados no começo da temporada. Makelele saiu para o Chelsea por 20 milhões de euros, enquanto Morientes, insatisfeito por ser reserva de Ronaldo, marchou para o Monaco. Na contramão, a única estrela a chegar foi David Beckham, do Manchester United.

Na temporada 2003-04, o Real Madrid começou com tudo e liderou o Campeonato Espanhol por muito tempo, mas perdeu o título para o Valencia. Na Champions League, maior objetivo do clube, caiu nas quartas de final para o Monaco, curiosamente o time de Morientes.