<
>

Santos ignora prazo e não paga parcela de quase R$ 12 milhões por Cueva

O Santos deixou vencer na última sexta-feira o prazo para fazer o pagamento da primeira parcela referente à compra do meia peruano Cueva junto ao Krasnodar, da Rússia. O valor era de 2,3 milhões de dólares (R$ 11,6 milhões na cotação atual).

A informação é de Jorge Nicola, jornalista dos canais ESPN, em seu blog no "Yahoo".

Cueva chegou ao Santos em março de 2020 por empréstimo, com o pagamento de quatro parcelas anuais com o valor citado acima. Ao não realizar o primeiro depósito, além de acrescer juros na dívida, o clube fica sujeito a penas da Fifa.

O peruano já não faz parte do elenco santista. Ele conseguiu rescindir o contrato ao alegar atrasos de pagamentos. Acabou se transferindo para o Pachuca, do México. Lá, ele disputou três jogos até o momento.

De acordo com Jorge Nicola, a relação entre Santos e clube russo é ruim há tempos. Em 2019, por exemplo, o clube tentou emprestar e depois vender Cueva, mas o Krasnodar recusou as duas possibilidades.

Na semana passada, o presidente José Carlos Peres conseguiu 2 milhões de euros (R$ 11 milhões) com a venda de Aguilar para o Athletico Paranaense, mas o valor já está comprometido e não poderá ser usada com o Krasnodar.

Recentemente, a Fifa proibiu o Santos de inscrever novos reforços como punição ao fato de não ter pago pela compra do zagueiro Cleber Reis. O Hamburgo, da Alemanha, foi à Fifa cobrando R$ 20 milhões.