<
>

Corinthians: Bobadilla diz que sofreu falta de Gil e que árbitro acertou na marcação de lance polêmico

O atacante Raúl Bobadilla deixou a Arena Corinthians afirmando para quem quisesse ouvir que sofreu falta do zagueiro Gil, lance que acabou mudando o rumo corintiano na Copa Libertadores. O lance deu origem a falta que permitiu ao Guaraní diminiuir o placar para 2 a 1 e sair do Brasil classificado.

Foi o lance mais reclamado pelos jogadores do Corinthians porque Gil faz o movimento para desarmar o rival com o pé, mas recua antes do contato. Mesmo assim, Bobadilla caiu. O árbitro Nestor Pitana, que estava a poucos metros da jogada, marcou a falta na entrada da grande área. Na cobrança, Fernando Fernandes marcou.

"Ele me acertou. É claro que ele me acertou. [Corintianos dizem que não foi falta] Eles dizem isso? Eu senti o toque e cai. Não sou jogador de me atirar facilmente no gramado. Houve o contato e eu cai", disse Bobadilla na saída do estádio.

O jogador de 32 anos disse que ambos os lados têm motivos para falar da arbitragem, mas que não achava justo.

"Os jogadores do Corinthians reclamaram do árbitro. Nós também reclamamos durante o jogo. Não concordamos com a expulsão de Romaña, mas são coisas do jogo. Não gosto de falar da arbitragem. Eles são humanos e também cometem erros, como nós", disse o atacante.

Já ao analisar o tamanho do resultado para o Guaraní, que pela segunda vez consecutiva eliminou o Corinthians na Copa Libertadores, Raúl Bobadilla contou o sentimento dos jogadores dentro do vestiário.

"A gente estava muito motivado, sabendo que teriámos um estádio repleto de pessoas contra nós. Muitos pisaram aqui pela primeira vez. São mais jovens. Eu não sei se merecemos essa classificação, mas sei que fizemos todo o possível para conseguir. Esse é o sentimento", disse.

Agora o Guaraní vai encarar o Palestino, do Chile, na terceira fase preliminar da Copa Libertadores. O primeiro jogo é na quarta-feira dia 19, em Santiago.