<
>

Flamengo bate de frente, mas Firmino decide, Liverpool 'se vinga' e é campeão do mundo pela 1ª vez

play
É DE FIRMINO! Torcida do Flamengo entra em 'depressão' com gol do Liverpool; veja reações (0:38)

Brasileiro abriu o placar para os Reds (0:38)

O Flamengo foi valente e bateu de frente com o Liverpool, mas ainda não foi dessa vez que levantou a taça de bicampeão do mundo. Na prorrogação, o time inglês contou com mais um gol do brasileiro Roberto Firmino, venceu por 1 a 0 e ficou com o título.

A equipe rubro-negra, porém, provou que podia encarar qualquer um de igual para igual. Chegou a terminar o primeiro tempo com nada menos que 58% de posse de bola e criou chances para vencer a partida. No fim, porém, pesou o cansaço e o desgaste de fim de temporada e acabou faltando perna para segurar o Liverpool.

Os ingleses, por sua vez, 'se vingam' depois de 'estrelarem' o hit do ano na torcida do Flamengo, que não cansava de lembrar o título mundial de 1981, conquistado em cima dos Reds.

E o Liverpool finalmente consegue seu primeiro título do mundo, depois de três decepções em finais - contra o próprio Flamengo (81), Independiente (84) e São Paulo (05).

Ficha técnica

Liverpool 1 x 0 Flamengo

Gol: Firmino, aos 8 do 1º tempo da prorrogação

LIVERPOOL: Alisson, Arnold, Van Dijk, Joe Gomez e Robertson; Keita (Milner), Henderson e Oxlade-Chamberlain (Lallana); Firmino (Origi), Mané e Salah (Shaqiri) Técnico: Jürgen Klopp

FLAMENGO: Diego Alves; Rafinha, Rodrigo Caio, Pablo Marí e Filipe Luís; Willian Arão (Berrío), Gérson (Lincoln), Arrascaeta (Vitinho), Éverton Ribeiro (Diego) e Bruno Henrique; Gabigol. Técnico: Jorge Jesus


Estatísticas

52% de posse de bola teve o Flamengo contra o Liverpool. O time de Jorge Jesus não se intimidou e não mudou seu estilo de jogo, de ficar sempre com a bola


Minutos assustadores!

O jogo começou assustador demais para o torcedor do Flamengo. Em seis minutos, três chances para o Liverpool.

A mais clara veio logo nos primeiros segundos de jogo. Firmino recebeu lançamento por cima da zaga e ficou sozinho, de cara para Diego Alves, mas chutou por cima.

Aos 4, foi a vez de Keita receber ajeitada de Salah e chutar para fora, pelo lado. E, dois minutos depois, Arnold deu o último susto ao bater em diagonal, também ao lado do gol.


Domínio rubro-negro

Os três chutes, porém, seriam os únicos do Liverpool no primeiro tempo. De resto, um verdadeiro domínio rubro-negro.

O Flamengo se acalmou, colocou a bola no chão e, baseado em um ótimo jogo de Bruno Henrique, dominou a posse de bola. Terminou a etapa inicial com 58%.

Faltaram apenas as chances mais claras de gol. Foram seis chutes, quatro para fora e dois travados.


Resposta inglesa

Como no primeiro tempo, a resposta do Liverpool veio logo no início da etapa final.

No primeiro minuto, de novo com Firmino. E quase um golaço. O brasileiro recebeu na área, deu um chapéu em Rodrigo Caio e bateu mascado. A bola passou por Diego Alves, mas parou na trave.

Aos 4, foi a vez de Salah se antecipar à zaga em um cruzamento rasteiro e bater com muito perigo para o lado do gol rubro-negro.


E vem Flamengo!

Só que o Fla de novo não se intimidou e respondeu indo para cima.

Aos 8 minutos, teve a melhor chance na partida. Gabigol recebeu de Éverton Ribeiro e bateu cruzado para obrigar Alisson a fazer a melhor defesa do jogo.

Aos 24, um jogada plástica. Após cruzamento de Bruno Henrique, Gabigol armou a bicicleta, mas a bola acabou saindo fraca, e Alisson foi buscar no canto.


Diego Alves!

Diego Alves demorou mais de 70 minutos para fazer a primeira defesa - encaixou um chute forte de Arnold aos 35 do segundo tempo.

Aos 40, porém, fez milagre para salvar o Flamengo. Henderson arriscou de longe e o chute saiu praticamente perfeito. Só que Diego Alves se esticou todo para mandar para escanteio.


VAR salvador

A respiração de todo torcedor do Flamengo parou aos 45 minutos do segundo tempo. Mané recebeu passe de Firmino, saiu na cara do gol e, travado por Rafinha, bateu para longe do gol. O juiz não pensou duas vezes e marcou o pênalti.

Depois, porém, foi chamado para analisar o lance no VAR. Em princípio, parecia que a análise seria se a falta havia sido dentro ou fora da área. Só que depois de quase quatro minutos, o árbitro anulou até a falta.

| HOJE, NÃO! Torcida do Liverpool vibra com pênalti marcado em Mané, mas VAR anula; veja reações |

| ALÍVIO RUBRO-NEGRO! Torcida do Flamengo vai do inferno ao céu com pênalti anulado em Mané |


Firmino salvador

| É DE FIRMINO! Torcida do Flamengo entra em ‘depressão’ com gol do Liverpool; veja reações |

Na prorrogação, porém, não teve VAR que salvasse.

O Flamengo até conseguiu começar bem, com Vitinho pelo lado esquerdo. Chegou a ter uma chance em um cruzamento, que Gabigol não conseguiu cabecear nem para o gol e nem para ninguém vindo de trás.

Só que, na jogada seguinte, perdeu a partida.

Henderson deu um lindo lançamento, Rodrigo Caio não conseguiu cortar, e Mané saiu de cara para o gol. O senegalês viu a chegada de Firmino e o deixou na boa, sem marcação. O brasileiro ainda mostrou calma para tirar Diego Alves, evitar a chegada de Rodrigo Caio e bater para o gol vazio.


A última chance

O Flamengo ainda teve uma última chance de buscar ao empate. No último minuto da prorrogação, Vitinho recebeu pela direita e cruzou. A bola ficou um pouco para trás, mas achou Lincoln livre. Só que o jovem centroavante tentou emendar um voleio e mandou bem por cima do gol.