<
>

Jean, goleiro do São Paulo, é preso nos Estados Unidos acusado de agressão a esposa

O goleiro Jean, do São Paulo, foi preso na manhã desta quarta-feira em Orlando, nos Estados Unidos. Ele é acusado de agredir sua esposa, Milena Bemfica, que postou vídeos com o rosto machucado em suas redes sociais.

Jean aparece no sistema do Departamento de Correções do Condado de Orange, na Florida, que compila todas as pessoas na região.

A ficha apresenta Jean como “pré-sentenciado” e não aponta fiança. Ele é acusado de lesão corporal e violência doméstica.

A acusação se tornou pública na madrugada, depois que Milena postou vídeo com o rosto machucado e com hematomas. Na imagem, a mulher mostra que está trancada no banheiro e pede por ajuda: "Eu quero justiça, eu quero justiça. Eu estou trancada no banheiro e olhe o que ele está fazendo comigo".

Ao fundo da gravação, é possível escutar Jean na porta perguntando: "Você vai fazer isso com sua filha?".

O caso aconteceu em Orlando, onde a família passa férias, às 5h da manhã no horário local.

Milena também reproduziu mensagens que teriam sido enviadas a ela pelo jogador depois das agressões.

"Parabéns. Terminou com a minha carreira. E suas filhas vão passar fome", teria escrito Jean.

Após a repercussão, Milena apagou os vídeos e postou outros em que explica que deixou a casa e que está com suas filhas em outro lugar, mas está "incomunicável" e irá se pronunciar depois.

O São Paulo se manifestou sobre o caso por meio de nota oficial: "O São Paulo Futebol Clube informa que acompanha o caso envolvendo o atleta Jean Paulo Fernandes Filho e aguarda apuração dos fatos para definir as medidas cabíveis. Em seus quase 90 anos de existência, o São Paulo construiu uma história pautada por princípios sólidos de conduta dentro e fora de campo, e não abre mão deles."