<
>

Flamengo: Conmebol mostra imagem e áudios do VAR que explicam expulsão de Gabigol

A Conmebol divulgou nesta segunda-feira as conversas da cabine do VAR durante a épica final da Libertadores com a vitória do Flamengo por 2 a 1 sobre o River Plate em Lima-PER.

A entidade revelou as discussões nos três gols (Borré para o time argentino e Gabigol duas vezes para o campeão rubro-negro) além de um possível pênalti para os brasileiros no lance em que Éverton Ribeiro perde uma chance incrível na etapa final.

O lance mais polêmico, no entanto, foi o da expulsão do camisa 9 do Fla: enquanto o VAR discutia o vermelho dado para Exequiel Palacios após um chute em Bruno Henrique, o árbitro chileno Roberto Tobar revela ter excluído Gabriel Barbosa.

"Gabriel Barbosa, vermelho", diz o assistente 1 do VAR.

"Por que o expulsou?", questiona Esteban Ostojich, o árbitro de vídeo.

"Fez um gesto, fez um gesto obsceno, agarrou sua genitália", explica o assistente 1. "Agarrou os genitais o camisa 9".

Começa então uma busca pela imagem que incrima Gabigol para o cartão vermelho, até chegarem à "reversa 12".

"Confirmamos, vamos", decreta Esteban Ostojich.

Conforme revelou Pedro Ivo Almeida, comentarista dos canais ESPN, no portal UOL domingo passado, enquanto bebia água, Gabigol sacudiu os órgãos genitais em direção a torcedores do River na arquibancada e, depois, repetiu o gesto para rivais do banco de reservas.

Tobar foi avisado por seus auxiliares do que ocorreu e não teve dúvidas em expulsar o atacante.

A torcida do Flamengo, porém, pode ficar tranquila que o artilheiro de 2019 estará disponível para o Mundial de Clubes da Fifa.