<
>

No caminho do Flamengo: sem Cuéllar, ex-clube de Jesus é campeão asiático e vai ao Mundial

O Al Hilal estará no Mundial de Clubes de 2019 e no caminho do Flamengo. Na manhã deste domingo, o clube saudita, que já teve Jorge Jesus como técnico, venceu o Urawa Red Diamonds, do Japão, por 2 a 0, e conquistou a Champions League asiática.

Os gols foram marcados por Salem Al Dawsari e Bafétimbi Gomis, francês com passagens por Lyon, Swansea, Olympique de Marselha e Galatasaray. Na partida de ida, em casa, os sauditas também já haviam vencido, por 1 a 0 – gol do peruano André Carillo.

O colombiano Cuéllar, ex-Flamengo, é outro nome do elenco do Al Hilal, mas não atuou em nenhuma das duas finais. Sebastian Giovinco, ex-Juventus, é mais um jogador conhecido na equipe que é comandada pelo técnico romeno Rzvan Lucescu.

No Mundial de Clubes de 2019, o Al Hilal entrará nas quartas de finais contra o Espérance de Tunis, da Tunísia. Quem vencer, enfrentará o Flamengo, campeão da Libertadores, na semifinal.

Do outro lado da chave, o Al-Sadd, do Catar, time de Xavi, enfrentará o Hienghène Sport, da Nova Caledônia, em um playoff para ver quem encara o Monterrey, do México, nas quartas. Na semi, quem passar dos três enfrentará o Liverpool.

A estreia do Flamengo no Mundial acontecerá em 17 de dezembro, uma terça-feira, em Doha, um dia antes da primeira partida do Liverpool. A decisão acontecerá no dia 21, sábado.