<
>

São Paulo: Leco garante Fernando Diniz em 2020 e comenta protestos da torcida em jogo do NBB: 'Coisa encomendada'

play
Volpi treina e ataque segue indefinido: Edu Affonso traz novidades da escalação do São Paulo contra o Ceará (1:03)

Tricolor entra em campo no próximo domingo, pela 34ª rodada do Campeonato Brasileiro (1:03)

O São Paulo visitou o Pinheiros pelo NBB na noite desta quarta-feira e conseguiu uma boa vitória por 88 a 78. O destaque, no entanto, ficou para a reação da torcida tricolor presente ao ginásio quando o presidente do clube, Carlos Augusto de Barros e Silva, o Leco, apareceu.

Ele foi bastante vaiado e ofendido pelos torcedores.

Após a partida, o mandatário tricolor deu uma rápida entrevista, exclusiva, ao ESPN.com.br e falou sobre os protestos no ginásio e a insatisfação maciça da torcida nos jogos do time de futebol no Morumbi contra ele.

"É desagradável, infelizmente é uma coisa encomendada. É um pequeno grupo de torcedores que ataca a gestão, eu entendo que de uma forma injusta", disse.

"O futebol é resultado. E enquanto o São Paulo não for campeão, mesmo que esteja em uma situação de competição, indo pra Libertadores, são marcas que ficam até ganhar um título. E o foco é a figura do presidente, é uma pena que seja desse jeito", prosseguiu.

"Mas eu me fortaleço nessas situações porque minha consciência tá tranquila, minha energia e meu trabalho é todo ele focado no bem estar do São Paulo. Quero muito que eles tenham a alegria que eu quero ter".

Leco também garantiu a permanência de Fernando Diniz para 2020 e disse "estar muito feliz com o trabalho do treinador".

O São Paulo não ganha um título de competição oficial há quase sete anos, tendo sido o último o da Copa Sul-Americana de 2012.

Este ano, o time chegou à final do Campeonato Paulista, a qual perdeu para o Corinthians; na Libertadores da América, eliminação precoce ainda na fase eliminatória pré-grupos; na Copa do Brasil, a equipe entrou direto nas oitavas de final, mas caiu para o Bahia; na Copa Sul-Americana,