<
>

Peruanos vão torcer para Flamengo ou River na Libertadores? Veja o que 'chefão' do estádio da final pensa

play
Rubro-negro confiante chega a Lima, dá entrevista em espanhol e fala em título: 'Vamos sair daqui campeões!' (0:17)

O torcedor acredita que o Flamengo vai conquistar a Libertadores em cima do River Plate (0:17)

No sábado, dia 23 de novembro, a cidade de Lima, no Peru, recebe a primeira final única da história da Copa Libertadores.

No estádio que sediará a decisão, as arquibancadas atrás dos gols estarão ocupadas exclusivamente por torcedores de Flamengo e River Plate.

Nas arquibancadas centrais, porém, os ingressos são mistos, e muitos moradores da cidade irão atender à partida sem serem necessariamente fãs de Fla ou River.

Mas para quem será que esses peruanos irão torcer na finalíssima continental?

Para ir atrás dessa resposta, a equipe da ESPN, que está in loco para cobrir a grande decisão, entrevistou Rubén Marruffo, diretor de comunicação do Universitário, que é a equipe que manda no Estádio Monumental de Lima.

Na opinião do “chefão” do local, a maior parte dos peruanos torcerá pelo River, já que os torcedores do Universitário se identificam com o clube argentino.

“As equipes têm cores parecidas, e ambas jogam em estádios grandiosos, conhecidos como Monumental”, explicou Marruffo, lembrando do Monumental de Núñez, em Buenos Aires.

“Além disso, os dois clubes são chamados pelo mesmo apelido pelos rivais, de forma pejorativa: ‘gallinas’”, revelou.

No entanto, o dirigente também aposta que muitos peruanos escolherão o Flamengo para torcer por causa da passagem recente de jogadores do país pela Gávea.

“O Flamengo teve Guerrero e Trauco nos últimos anos. São dois atletas que contam com muito carinho e admiração aqui no Peru”, salientou.

Fora isso, os peruanos possuem um carinho enorme pelo futebol brasileiro por conta das grandes passagens de dois treinadores pela seleção peruana: Didi e Elba de Pádua Lima, o Tim.

Didi comandou a grande campanha do Peru na Copa do Mundo de 1970, quando os alvirrubros foram eliminados pelo espetacular time de Pelé e cia., enquanto Tim levou os peruanos à Copa de 1982 contra todos os prognósticos.