<
>

Manchester United tentará dar 'chapéu' em Juventus, Barcelona e Real Madrid e contratar Haaland

O Manchester United se prepara para fazer uma proposta oficial pelo atacante Erling Haaland, do Red Bull Salzburg, já na janela de transferências de janeiro, informaram fontes à ESPN.

A equipe inglesa quer se antecipar e já fechar a contratação por teme que, se esperar o final da temporada 2019/20, o preço do fenômeno de 19 anos pode aumentar ainda mais, já que ele está na mira de outros gigantes, como Juventus, Barcelona e Real Madrid.

Haaland já está na mira do técnico Ole Gunnar Solskjaer (com quem trabalhou junto no Molde, da Noruega) há mais de um ano, mas agora o garoto estourou de vez ao marcar 26 gols em 18 partidas na temporada, incluindo sete na Champions League - ele é o artilheiro do torneio no momento.

Fontes disseram à reportagem que o Red Bull Salzburg avalia sua joia em 85 milhões de libras (pouco mais de R$ 460 milhões).

O United, por sua vez, tentará convencer os austríacos a já venderem o centroavante em janeiro, mantendo o jovem atleta emprestado ao seu atual clube até o final da temporada.

Haaland é considerada a grande prioridade dos Red Devils no mercado, já que Solskjaer vê a linha de frente enfraquecida após as saídas de Romelu Lukaku e Alexis Sánchez.

Além dele, o gigante de Manchester está de olho em Jadon Sancho, do Borussia Dortmund, James Maddison, do Leicester City, Callum Wilson, do Bournemouth, Declan Rice, do West Ham, Moussa Dembélé, do Lyon, e na dupla John McGinn e Jack Grealish, do Aston VIlla.

De acordo com as fontes, o United está preparado para uma boa "gastança" em janeiro, mas só se for possível contratar atletas jovens, que têm potencial para render por um longo período em Old Trafford.

Por outro lado, um dos planos para ganhar dinheiro é vender de vez o zagueiro Chris Smalling para a Roma. No momento, o defensor está emprestado até o final de 2019/20.

Smalling vem deixando boa impressão na equipe italiana, e a imprensa local aponta que os giallorossi desejarão continuar com o atleta. Todavia, nenhuma oferta oficial foi feita até agora.