<
>

Veja os segredos por trás de 'leão de fogo' em estádio do Estudiantes

Sergio Neuspiller, o homem forte por trás da Full Dimensional, não tem mistérios. Ele foi um dos idealizadores do "leão de fogo" que surpreendeu a todos na inauguração do novo estádio Estudiantes, no sábado (9).

"Sinceramente, não esperávamos essa repercussão. Pensamos em mais uma atração das muitas que a festa teve. Fugiu um pouco de nossas mãos", comentou Neuspiller em entrevista ao jornal argentino Clarín.

"Há anos que vínhamos oferecendo esse serviço e ninguém nos dava bola. Agora o telefone não para de tocar! Tenho que destacar os dirigentes do Estudiantes, que tomaram o risco de tentar algo novo", adicionou.

O Estudiantes esperou 14 anos para voltar ao Jorge Luis Hirschi, que passou por demolição e uma nova construção.

"Demoramos quatro meses, sendo os dois últimos com muita intensidade. Oito pessoas participaram. Já tem um vídeo com cinco milhões de visualizações. Saíram notícias em todo o mundo e até teve quem comparou com o Super Bowl", falou Neuspiller.

"Não é um holograma. O leão é uma realidade aumentada. Para que o leão tivesse essa qualidade, compliamos tudo dentro de um programa de videogame 3D de última geração. Isso nos deu a possibilidade de controlar o tempo de tudo".

Neuspiller ainda completou citando os custos que "não são caros" e que tem que "apostar, como fez o Estudiantes".