<
>

Corinthians vence Fortaleza, Boselli brilha, e equipe volta a vencer após oito jogos

A era pós-Carille começou com vitória para o Corinthians. Com Dyego Coelho no comando, o clube paulista recebeu o Fortaleza na Arena e venceu uma ótima partida por 3 a 2.

O duelo, válido pela 31ª rodada do Brasileirão, foi movimentado. Mesmo com os mandantes jogando melhor e dominando o campo ofensivo, o primeiro gol veio com os visitantes. Bruno Melo foi à linha de fundo, rolou para trás e Romarinho bateu sem chances de defesa.

Um minuto depois, Mauro Boselli, que recebeu chance como titular, fez o seu primeiro. Pedrinho bateu cruzado de fora da área, o argentino dominou e balançou a rede. Até o fim do primeiro tempo, o Corinthians seguiu soberano, mas foi ao intervalo empatando em 1 a 1.

Se o primeiro tempo foi corrido, o segundo foi frenético. Logo aos 2 minutos, Júnior Urso recebeu ótimo cruzamento de Janderson e testou para o fundo do gol. A resposta veio aos seis, com outro gol de cabeça, agora de Kieza - este só confirmado após quatro minutos de análise do árbitro de vídeo.

O Fortaleza tomou o controle da partida e criava as melhores chances. Aos 13, Kieza fez outro, mas foi anulado por impedimento. Pouco depois, muito se reclamou de um pênalti para o Tricolor, mas o árbitro não deu. A bola desviou na mão de Boselli após cabeçada do próprio, e o jogo seguiu.

E ele mesmo faria o gol da virada, aos 26. Minutos após entrar em campo, Clayson fez boa jogada pela esquerda e cruzou. A cabeçada de Boselli encobriu o goleiro adversário, triscou no travessão e encontrou o fundo do gol.

O Fortaleza tentou buscar o empate, mas as melhores chances vinham com o contra-ataque dos mandantes. Pedrinho, nos acréscimos, perdeu um gol sem goleiro.


Ficha técnica

Corinthians 3 x 2 Fortaleza

Gols: Corinthians: Boselli (2x) e Júnior Urso Fortaleza: Romarinho e Kieza

CORINTHIANS: Walter; Michel Macedo, Gil, Manoel e Danilo Avelar; Gabriel e Júnior Urso (Ramiro); Mateus Vital (Clayson), Janderson e Pedrinho; Boselli (Gustavo); Técnico: Coelho

FORTALEZA: Felipe Alves; Tinga, Quintero, Paulão e Bruno; Felipe e Juninho; Osvaldo (Mateus Alessandro), Romarinho (Edinho) e Marlon (Nenê Bonilha); Kieza; Técnico: Rogério Ceni

Cartão amarelo: Corinthians: Gabriel e Júnior Urso Fortaleza: Felipe Alves, Felipe e Marlon

Público: 22.453 presentes (22.208 pagantes) Renda: R$ 828.518,80


Estatísticas

O Corinthians teve 67% de posse de bola e 10 finalizações apenas no primeiro tempo

Kieza, em sua 16ª partida pelo clube, fez seu gol com a camisa do Fortaleza

Após 15 jogos sem encontrar as redes, Júnior Urso voltou a fazer um gol

Pela vez pelo Corinthians, Boselli fez dois gols em uma partida

Com 6 gols, Boselli agora é o artilheiro do Corinthians no Brasileirão

É o jogo no Brasileirão que o Corinthians faz três gols. Os dois contra o Fortaleza.


Corinthians diferente sem Carille

A torcida e a diretoria do Corinthians pediam mudanças, e elas vieram. O futebol pragmático que a equipe de Fábio Carille levou à demissão do treinador, e os primeiros 90 minutos com Dyego Coelho foram diferentes.

No ataque, o time se organizava com três zagueiros, puxando Avelar para a linha de defensores e dando mais liberdade para Michel Macedo, substituto de Fagner.

Pedrinho jogou mais centralizado, e Janderson e Mateus Vital, os pontas, constantemente invertiam de lados. Júnior Urso teve mais liberdade para pisar na área, e até balançou a rede.

Coincidência ou não, com o time mais solto, foram feitos mais gols do que vinham sendo nas últimas partidas. Entretanto, também foram sofridos.


O treinador Ceni contra o Corinthians

Como jogador, Rogério travou batalhas memoráveis contra o Corinthians. Como treinador, o histórico não é bom.

A partida desta quarta-feira foi a sexta oficial contra o alvinegro paulista: 4 derrotas e 2 empates.

  • Paulistão 2017 - SPFC 1 x 1 COR, no Morumbi

  • Paulistão 2017 (Semi) - SPFC 0 x 2 COR, no Morumbi

  • Paulistão 2017 (Semi) - COR 1 x 1 SPFC, em Itaquera

  • Brasileirão 2017 - SPFC 2 x 3 COR, no Morumbi

  • Brasileirão 2019 - FOR 1 x 3 COR, no Castelão

  • Brasileirão 2019 - COR 3 x 2 FOR, em Itaquera


Estrela diferente

O Corinthians entrou em campo com uma camisa diferente.

Sem usar estrelas sobre o escudo desde 2012, o clube usou a estrela de Davi, relembrando a Noite dos Cristais, de 1938.

Este episódio que marcou o início da perseguição do Nazismo aos judeus.


Donas da América

Na segunda-feira, 28 de outubro, o time feminino do Corinthians bateu a Ferroviária por 2 a 0 no Equador e conquistou o segundo título da Libertadores na categoria.

Agora em casa, as jogadoras foram devidamente homenageadas no intervalo e fizeram a famosa volta olímpica


Na tabela

  • Corinthians - 6º colocado, com 48 pontos

  • Fortaleza - 12º colocado, com 36 pontos


Próximos jogos

  • Sábado, 09/11, 19h, Palmeiras x Corinthians

  • Domingo, 10/11, 19h, Fortaleza x Ceará