<
>

Champions: Chamberlain faz golaço digno de Puskas, marca após 567 dias, e Liverpool goleia Genk pela Champions

play
Ajax invicto, 'jogo pegado', MSG do Barcelona e mais: os pitacos para a quarta-feira de Champions (2:41)

Veja também o resumo geral do Leonardo Bertozzi! (2:41)

O Liverpool continua a boa campanha na Champions League. A equipe inglesa foi até a Bélgica e venceu o Genk por 4 a 1. Foi a 2ª vitória em três jogos no grupo E.

A equipe está na segunda posição, com seis pontos, atrás do Napoli, que venceu o Salzburg por 3 a 2, que tem sete. Salzburg com três e Genk com um fecham o grupo.

Ficha técnica

Genk 1 x 4 Liverpool

Gols: Oxlade-Chamberlain (2x), Mané e Salah

GENK: Coucke, Maehle, Cuesta, Lucumi e Uronen; Heynen, Bergen, Ito e Bongonda; Onuachu e Samata. Técnico: Felice Mazzu

LIVERPOOL: Alisson, Milner, Lovren, Van Dijk e Robertson; Fabianho, Keita e Oxlade-Chamberlain; Mané, Salah e Roberto Firmino. Técnico: Jürgen Klopp

Estatísticas

Mais de um ano na fila! Foi o gol de Chamberlain desde abril de 2018, contra o Manchester City.

Também foi a 1ª vez de Chamberlain marcando dois gols numa mesma partida de Champions.

Mané chegou a 68 gols em 136 jogos com a camisa dos Reds.


Chamberlain é o cara! E com golaço

Bastou apenas 1 minuto e meio de partida para o Liverpool abrir o placar. Oxlade-Chamberlain recbeu na entrada da área e chutou rasteiro. Com muita gente na frente, Coucke não conseguiu ver a bola e ela parou no fundo das redes.

Foi o 1º gol de Chamberlain desde abril de 2018, contra o Manchester City. O jogador não marcava há 567 dias.O inglês havia rompido o ligamento do joelho direito naquele mesmo mês e só voltou a atuar em março de 2019.

No segundo tempo, aos 12 minutos, Chamberlain ampliou o placar cum um golaço que pode ser candidato a prêmio Puskas. Chute de primeira, de trivela, que ainda bateu no travessão antes de entrar.

Mané e Salah ainda aumentaram o placar no restante da segunda etapa. Odey ainda descontou para o Genk aos 43 minutos.


Histórico incrível contra os belgas

Com a vitória desta quarta-feira, o Liverpool chegou a seis jogos e seis vitórias contra equipes belgas pela Champions.

Os ingleses já foram campeões da Europa com um enfrentamento contra o Club Brugge, em 1978. Vitória de 1 a 0 na época.


Faixa ofensiva

A torcida do Liverpool levou uma faixa com o atacante Divock Origi, do Liverpool, colocado no corpo do conhecido "cara do Whatsapp". A faixa foi retirada pelo clube e condenada em nota oficial.

"A imagem mostra um estereótipo racista. Isso é completamente inaceitável. Nós agimos para removê-la e estamos trabalhando para identificar os responsáveis".


Vitória italiana no outro jogo do grupo

No outro jogo do grupo E, o Napoli venceu o Salzburg por 3 a 2. Mertens abriu o placar logo aos 17 minutos e Haaland, sempre ele, empatou de pênalti aos 40 da primeira etapa. Na segunda etapa, Mertens voltou a colocar a equipe italiana na frente, aos 19 minutos.

Haaland empatou mais uma vez aos 27, mas um minuto depois Insigne colocou mais uma vez o Napoli na frente.

Mertens superou a marca de 115 gols de Diego Maradona com a camisa do clube italiano. Ele chegou a 116 e se tornou o vice-artilheiro da história do Napoli, somente atrás de Marek Hamsik, autor de 121 tentos.

Já Haaland se tornou o 2º adolescente da história a marcar nos seus três primeiros jogos de Champions, junto com Karim Benzema - além disso, chegou a seis gols nessas três partidas, maior marca para um jovem de até 21 anos, junto com Raúl e Mbappé.


Próximos jogos

As duas equipes voltam a campo no fim de semana para os campeonatos nacionais.

  • Domingo, 26/10, 15h30, Genk x Cercle Brugge - Campeonato Belga

  • Domingo, 27/10, 13h30, Liverpool x Tottenham - Premier League - Transmissão da ESPN Brasil e WatchESPN