<
>

Ônibus blindado, dois helicópteros, 50 motos e 'Big Brother': como River vai chegar à Bombonera para enfentar o Boca

Depois do que aconteceu em 2018, na confusão que culminou com a disputa da final da Copa Libertadores em Madri, nenhuma precaução que assegure a chegada do River Plate a La Bombonera, é demais.

Os millonarios encaram o Boca Juniors pela semifinal da Libertadores, na próxima terça (22).

Para começar, o ônibus do River vai deixar a concentração do clube nada menos do que quatro horas antes do horário do jogo.

No caminho, terá escolta de dois helicópteros do Esquadrão Aéreo da Polícia Federal e será monitorado em todo o trajetos pelo chamado "Esquadrão de Vídeo" da entidade.

O ônibus, por sua vez, estará "encapsulado" (para usar o vocabulário da própria polícia) por cerca de 50 metros para evitar que as pessoas se aproximem a menos de 30 metros do veículo, para evitar emboscadas e agressões.

O ônibus que vai levar Gallardo e seus comandados com com um sistema antivandalismo de proteção contra arremessos de objetos e pedras.

O sistema já passou por um teste em La Plata, antes do confronto com o Gimnasia, pela Superliga Argentina: os vidros se estilhaçaram, mas não se quebraram.