<
>

St. Pauli dispensa meia que apoiou ação militar de seu país

O meia turco Cenk Sahin foi dispensado pelo St. Pauli, da Alemanha, clube que tem forte posição política no cenário do futebol, por publicar uma foto no seu Instagram apoiando uma incursão miliar da Turquia no norte da Síria.

O país europeu enviou tropas às regiões curdas da Síria e Sahin apoioi a decisão, causando revolta em muitos torcedores do clube alemão.

O St. Pauli divulgou uma nota após a dispensa do atleta.

"Cenk Sahin foi dispensado dos treinos e das atividades com o clube de forma imediata. O clube não tolera decisões que desrespeitem os valores do clube".

O jogador havia publicado a foto na última sexta-feira (11), mas deletou no mesmo dia. Muitos torcedores pediram a dispensa do jogador, o que provocou a abertura de uma investigação.

Apesar de estar liberado, o contrato do jogador segue em vigor com o St. Pauli.