<
>

Corinthians vence Chape com gol de Danilo Avelar e milagre de Cássio

Em jogo atrasado da 21ª rodada do Campeonato Brasileiro, o Corinthians não teve vida fácil, mas arrancou uma vitória por 1 a 0 da lanterna Chapecoense, na Arena Condá, nesta quarta-feira.

O herói da noite foi o lateral esquerdo Danilo Avelar, que aproveitou escanteio batido por Clayson, aos 17 do 2º tempo, e cabeceou firme para o fundo da rede.

No entanto, o Corinthians só pode mesmo comemorar a vitória por conta do goleiro Cássio.

Aos 25 da etapa complementar, o arqueiro fez dois milagres em sequência, defendendo chutes à queima-roupa de Renato Kayzer e Camilo, garantindo o triunfo alvinegro.

A partida, aliás, teve nível técnico baixíssimo, já que a Arena Condá foi atingida por um verdadeiro dilúvio, que deixou o campo encharcado e complicou demais as duas equipes.

Com o resultado, o time de Fábio Carille vai a 41 pontos e se fixa no G-4 em 4º lugar, com a mesma pontuação do Santos, mas atrás no número de vitórias.

| Cássio, cara a cara, opera dois milagres em sequência e garante vitória do Corinthians |

A vantagem para o Inter, que está em 5º lugar, agora é de 4 pontos.

A Chape, por sua vez, segue afundada na lanterna, com apenas 15 pontos.

Na próxima rodada, o Corinthians visita o Grêmio, sábado, às 19h (de Brasília), na Arena do Grêmio.

No dia seguinte, às 11h, a equipe de Santa Catarina recebe o líder Flamengo.

O JOGO

Mesmo jogando fora de casa, o Corinthians iniciou o jogo controlando a lanterna Chapecoense, controlando cerca de 70% da posse de bola e tentando ameaçar com trocas rápidas de passes entre Mateus Vital, Pedrinho, Clayson e Vagner Love.

No entanto, o esquema defensivo montado pelo técnico Marquinhos Santos, além da chuva que deixou o campo encharcado, fizeram a partida ficar muito feia, com constantes erros de passes e raras chegadas às metas de Cássio e Tiepo.

Só aos 25 minutos saiu a primeira finalização perigosa da partida: Mateus Vital bateu forte, mas a bola saiu por cima da meta catarinense.

A resposta da Chape veio com o perigoso atacante Everaldo, que soltou uma bomba aos 28 e obrigou Cássio a fazer grande defesa, mandando para escanteio.

Tentando trocar passes mesmo com o gramado em péssimo estado, o Corinthians criou boa chance aos 35, quando Pedrinho recebeu na risca da grande área e finalizou cruzado, tirando tinta da trave de Tiepo.

No lance seguinte, o Timão teve oportunidade interessante em cobrança de falta frontal, praticamente na meia-lua. Clayson rolou e Danilo Avelar disparou um foguete, mas a bola subiu demais.

Mas o primeiro tempo estava mesmo com cara de 0 a 0, e o placar não se mexeu até o apito do árbitro Daniel Nobre Bins.

Na segunda etapa, Fábio Carille voltou com uma mudança logo de cara: tirou Júnior Urso e colocou Sornoza.

E, logo em sua primeira ação no jogo, o equatoriano bateu de fora da área, com muito perigo - a bola passou raspando a trave e saiu por pouco.

Pouco depois, aos 9, Eduardo aproveitou rebote e finalizou forte, mas Cássio fez a defesa em dois tempos e salvou o Timão.

Para explorar a bola aérea, já que o campo não ajudava, Carille mexeu de novo aos 15, sacando Pedrinho e colocando Gustavo.

E realmente os cruzamentos na área eram o melhor caminho: logo em seguida, aos 17, Clayson bateu ótimo escanteio na área e Danilo Avelar subiu com perfeição, testando para o fundo da rede.

7º gol do lateral esquerdo em 2019!

A Chapecoense tentou não se abalar e partiu para frente com tudo. Aos 25, a equipe alviverde teve uma chance de ouro para empatar, mas parou em Cássio.

Renato Kayzer recebeu bom lançamento de Eduardo e acertou um belo voleio, mas o goleiro corintiano defendeu no reflexo. No rebote, Camilo chutou rasteiro, mas o camisa 12 fez novo milagre. Na sobra, Manoel chegou estourando e afastou de vez o perigo.

No restante da partida, o time da casa especulou nas bolas aéreas para tentar o empate, mas Cássio mostrou segurança e garantiu o triunfo alvinegro.

FICHA TÉCNICA
CHAPECOENSE 0 x 1 CORINTHIANS

Local: Arena Condá, em Chapecó-SC
Data: 2 de outubro de 2019, quarta-feira
Horário: 19h15 (de Brasília)
Árbitro: Daniel Nobre Bins (RS)
Assistentes: Lúcio Beiersdorf Flor e André da Silva Bitencourt (ambos RS)
VAR: Rodrigo Nunes de Sá (RJ)
Cartões amarelos: Amaral, Eduardo e Bruno Pacheco (CHA); Vagner Love e Fagner (COR)
GOL: CORINTHIANS: Danilo Avelar, aos 17 minutos do segundo tempo

CHAPECOENSE: Tiepo; Eduardo, Douglas, Rafael Pereira e Roberto; Amaral (Régis), Márcio Araújo, Bruno Pacheco e Camilo (Vini Locatelli); Arthur Gomes (Renato Kayzer) e Everaldo Técnico: Marquinhos Santos

CORINTHIANS: Cássio; Fagner, Manoel, Gil e Danilo Avelar; Ralf, Júnior Urso (Sornoza), Mateus Vital, Pedrinho (Gustavo) e Clayson; Vagner Love (Janderson) Técnico: Fábio Carille