<
>

Ronaldo quer Valladolid brigando por vaga na 'Champions' em 5 anos

O ex-atacante Ronaldo, atual presidente do Real Valladolid, garantiu nesta quarta-feira ter um plano em que o modesto clube, que voltou à elite do Campeonato Espanhol há pouco mais de um ano, estará lutando em breve por uma vaga na Champions League.

"O objetivo, para os próximos anos, é me manter na primeira divisão. Em cinco anos, umas vez que consigamos permanecer, reestruturar o clube e fazer todos os investimentos que estamos planejamento, em cinco anos o normal é que briguemos por lugar na 'Champions'", revelou.

"Hoje em dia, assusta, mas por que não pensar grande", disse o agora dirigente, durante o fórum "World Football Summit", realizado em Madri, na Espanha. Ronaldo ainda disse que existe estudo sobre a possibilidade de comprar o estádio José Zorrilla, que pertence à cidade de Valladolid, como parte do projeto de crescimento do clube.

"Estamos pensando nisso. Acho que para crescer temos que crescer como patrimônio também. Atualmente, não temos nenhum patrimônio que não sejam os jogadores. Entendemos que o estádio é uma peça fundamental para nós", afirmou o ex-atacante.

Questionado sobre o preço da negociação, que revelou estar avançada, Ronaldo arrancou risos da plateia, ao dizer que não pretende pagar qualquer quantia pelo equipamento.

"O melhor seria que fosse gratuitamente, e ele (o prefeito Óscar Puente) riu como vocês, mas o normal e natural é que seja assim. O estádio não é para mim, é para as pessoas de Valladolid, para nossa gente. O que queremos é dar a eles melhores condições, confortos, banheiros, que é algo que se queixam", explicou.

No evento, Ronaldo ainda foi questionado sobre o sistema do árbitro de vídeo (VAR), cada vez mais presente no futebol mundial, e como seria a carreira como jogador, se tivesse contado com a possibilidade de revisão de lances irregulares.

"Gosto do VAR e talvez gostasse no meu tempo. Teria marcado uns 100 gols a mais, talvez", brincou.

Sobre o Real Madrid e o amigo francês Zinedine Zidane, que comanda a equipe, o ex-jogador garantiu que a crise instalada será superada, principalmente, pelo trabalho do antigo companheiro e agora técnico.

"É o melhor treinador para o Real e já foi muito bem. Atualmente, tem alguns problemas, mas é preciso avaliar tudo no fim. A torcida é muito, muito exigente, muito imediatista. Logo, veremos Zizou mostrar outra vez seu valor", concluiu.