<
>

Kompany tem pior início em 20 anos pelo Anderlecht e já não é mais jogador-treinador

O retorno de Vincent Kompany ao Anderlecht não foi como o esperado.

O ídolo e ex-capitão do Manchester City retornou à Bélgica para atuar como jogador-treinador de seu clube da juventude, porém após o pior início dos últimos 20 anos (quatro jogos: dois empates, duas derrotas e nenhuma vitória), Kompany desistiu do desafio e liderará o time apenas dentro de campo nas partidas.

Durante a semana, continuará comandando os treinamentos, mas nos jogos quem será o treinador é Simon Davies, que também deixou o City para ir com o belga neste novo desafio.

"Ele tem que ser mais um jogador no campo, precisa conseguir liderar a equipe dentro do jogo. É importante que seja apenas um dos jogadores enquanto a partida estiver acontecendo", afirmou Davies.

Logo, agora Kompany será apenas companheiro e não comandante dos novos reforços de peso que seu retorno após 11 anos atraiu para o time, como Samir Nasri, Nacer Chadli e Kemar Roofer.

Resta esperar para saber se irá funcionar desta vez.