<
>

Chelsea e Liverpool dividirão 23% das entradas para a decisão da Supercopa da Uefa

play
Seleção brasileira x Liverpool; Mario Marra explica as diferenças de Roberto Firmino com cada camisa (2:41)

Comentarista mostra dificuldades, diferenças e coisas que influenciam o desempenho do atacante com o Brasil (2:41)

Depois da polêmica envolvendo os ingressos para a final da Europa League, a Uefa mais uma vez separou pouco do estádio para os finalistas da Supercopa. Para a decisão do dia 14 de agosto, Liverpool e Chelsea receberão menos de 10 mil ingressos para vender.

O palco da decisão será o Vodafone Park, em Istambul. Com capacidade para 41.903 torcedores, apenas 9.911 entradas serão destinadas para os torcedores dos clubes ingleses, sendo o restante comercializado para torcedores locais e também distribuído para patrocinadores.

O Liverpool, campeão da Champions League, anunciou que recebeu 4.957 ingressos, enquanto o Chelsea, que levou a Europa League, terá três entradas a menos, de acordo com o site oficial do clube.

Nos dois casos, as entradas são distribuídos em três categorias, com preços que vão das 45 libras (R$ 218,98) até 116 libras (R$ 564,49). O mais curioso é que os sites oficiais dos clubes anunciam também a venda de ingressos com “pontos cegos”, que vão de 36 libras (R$ 175,19) até 94 libras (R$ 457,43).

Na final da Europa League, disputada em Baku, Chelsea e Arsenal dividiram menos de 12 entradas no estádio que tinha capacidade para 68 mil pessoas. Com dificuldades para ir até a capital do Azerbaijão, os Blues venderam apenas 2 mil e 200 entradas.