<
>

Pamela Anderson divulga traição e fim de relacionamento abusivo com Rami, zagueiro campeão do mundo

play
Fantasy: monte toda semana um time de 8 jogadores com os melhores do futebol internacional (0:30)

Você pode montar seu time da Premier League, da LaLiga ou da Uefa Champions League (0:30)

A atriz americana de 51 anos, Pamela Anderson postou em seu Instagram nesta terça-feira uma mensagem anunciando o final de seu relacionamento com Adil Rami, zagueiro do Olympique de Marselha e da seleção francesa, campeão da Copa do Mundo de 2018.

O casal estava junto há mais de dois anos, antes da atriz descobrir a traição do jogador de 33 anos.

"É difícil de aceitar. Os últimos (mais de) 2 anos da minha vida foram uma grande mentira. Fui enganada e levada a acreditar que estávamos em um grande amor. Estou devastada em descobrir nos últimos dias de que ele estava vivendo uma vida dupla. Ele costumava brincar sobre outros jogadores que tinha amantes por aí, em apartamentos próximos de suas esposas. Ele chamou esses homens de monstros.

Mas isso é pior. Ele mentiu para todos. Como é possível controlar o coração de duas mulheres e suas mentes assim... Tenho certeza que haviam outras. Ele é o monstro. Como eu poderia ajudar tantas pessoas e não ser sábia o suficiente para ajudar a mim"

A atriz declarou que foi violentada várias vezes pelo jogador: "Ele me machucou e me ameaçou muitas vezes". Além de afirmar que o jogador a fez "cortar laços" com muitos de seus amigos que ele "não aprovava": "Ele desapontou a todos nós. Minha família. Meus filhos. Meus amigos".

"Ele queria casar comigo. Conhecer meu pai. Me amar pelo resto da vida. Estou devastada após conversar com sua ex-namorada. Pobre mulher. A mãe de seus dois filhos. Eu nunca me senti bem em namorar alguém com filhos ainda bebês. Como ele pôde deixá-los? (...) Me senti usada, traída, ferida. Mas devia ter percebido os ciúmes, a tortura emocional e física... Tentei me separar umas 10 vezes. Ele sempre me perseguia e fizia que morreria sem mim".