<
>

River Plate bate Athletico-PR nos acréscimos e é campeão da Recopa Sul-Americana

Fernández comemora gol do River Plate sobre o Athletico, pela Recopa EFE

O River Plate é o campeão da Recopa Sul-Americana. Após ter perdido para o Athletico-PR no jogo de ida por 1 a 0, a equipe argentina triunfou por 3 a 0, nesta quinta-feira, e ficou com o título. Ignacio Fernández abriu o placar no segundo tempo no Monumental de Núñez, enquanto que Lucas Pratto e Matías Suárez ampliaram a vantagem aos 46min e aos 49min, respectivamente.

Os Millonarios, atuais campeões da Copa Libertadores, conquistam o título pela terceira vez (2015, 2016 e 2019) na história e ficam um atrás do Boca Juniors, que é o maior vencedor. Já o Athletico, que venceu a última Copa Sul-Americana, disputava a Recopa pela primeira vez.

Em desvantagem no confronto, os mandantes finalizaram nove vezes no primeiro tempo, o triplo do que o adversário - a equipe da casa ainda acertou o alvo mais vezes (três a um). Borré chegou a mandar na trave, enquanto que Santos fez algumas boas defesas. Pelo lado visitante, Lucho González exigiu uma intervenção de Armani aos 32min.

Na etapa final, os argentinos foram para cima e buscaram o empate aos 18min, com uma penalidade marcada após o uso do VAR devido a um desvio de Lucho González na área em chute de Pinola. Ignacio Fernández acertou a trave na cobrança e aproveitou o rebote para estufar a rede.

Os donos da casa seguiram no ataque, mas quase viram o adversário marcar aos 34min, quando Armani caiu para fazer boa defesa em conclusão de Renan Lodi de fora da área.

Aos 45min, um minuto após os brasileiros terem chegado com perigo, o time da casa encaminhou o título. Lucas Pratto recebeu na área e estufou a rede. Ainda deu tempo de Matías Suárez guardar o dele aos 49min, após chutão de Armani e Paulo André perdendo o tempo da bola.

Agora, o Athletico-PR voltará a campo no domingo, quando receberá o Fluminense na Arena da Baixada, às 16h (de Brasília), pelo Campeonato Brasileiro.

FICHA TÉCNICA
RIVER PLATE 3 x 0 ATHLETICO-PR

Local: Monumental de Núñez, em Buenos Aires (Argentina)
Data: 30 de maio de 2019, quinta-feira
Horário: 21h30 (de Brasília)
Árbitro: Roberto Tobar (Chile)
Assistentes: Christian Schiemann (Chile) e Claudio Rios (Chile)
Árbitro de vídeo: Diego Haro (Peru)
Assistentes de árbitro de vídeo: Victor Carrillo (Peru) e Jonny Bossio (Peru)
Cartões amarelos: Quarta e Montiel (River); Lucho, Bruno Guimarães, Renan Lodi e Wellington (Athletico)
Gols: Fernández, aos 18 minutos. Lucas Pratto, aos 46 minutos, e Suárez, aos 49 minutos do segundo tempo

RIVER PLATE: Armani; Montiel, Pinola, Martínez Quarta e Anglieri (Mayada); Enzo Pérez, Ponzio, Palacios (De La Cruz) e Ignacio Fernández; Santos Borré (Matías Suarez) e Pratto. Técnico: Marcelo Gallardo

ATHLETICO-PR: Santos; Jonathan, Paulo André, Léo Pereira e Renan Lodi; Wellington; Nikão (Marcelo Cirino), Bruno Guimarães, Lucho González (Léo Cittadini) e Rony; Marco Ruben. Técnico: Tiago Nunes