<
>

Real Madrid perde para Rayo Vallecano fora de casa com pênalti marcado com VAR

Um famoso canto da torcida diz: "Nunca fomos os melhores, não seremos campeões. Só te peço uma coisa, Rayo, jogue com culhões".

Foi exatamente isso que o pequeno time da região de Vallecas, em Madri, fez neste domingo.

Com poucas chances de escapar do rebaixamento em LaLiga, o Rayo Vallecano já deu ao menos um grande motivo para seus torcedores sorrirem ao final desta temporada.

Eles puderam comemorar uma vitória por 1 a 0 sobre a equipe que mais detestam: o poderoso Real Madrid.

O jogo válido pela 35ª rodada do Espanhol foi realizado no estádio de Vallecas.

Com a terceira posição e a vaga na Champions League asseguradas, a equipe comandada por Zinedine Zidane soma 65 pontos.

O treinador aproveitou o duelo para rodar ainda mais seu elenco - algo que já tinha feito em partidas anteriores - colocando jogadores pouco utilizados pelos comandantes anteriores, caso de Llorente, Mariano Díaz, Ceballos e Vallejo.

O Rayo Vallecano subiu da lanterna para a 19ª colocação, com 31 pontos. A primeira equipe fora da degola é o Girona, com 37.

O lance que determinou o resultado do jogo aconteceu aos 20 minutos do primeiro tempo.

Os donos da casa atacaram pela esquerda com Álex Moreno, que cruzou para Guerra. O jogador caiu dentro da área pedindo pênalti após a disputa com Vallejo.

O juiz mandou seguir a jogada e no contra-ataque, Bale recebeu a bola dentro da área e chutou em cima do goleiro Alberto, que fez uma excelente defesa.

O árbitro então foi consultar o VAR sobre o lance anterior, na defesa do Real Madrid. Ele viu o lance, marcou a penalidade e deu um cartão amarelo para Vallejo, que puxou Guerra pela camisa.

Embarba cobrou a infração no canto direito de Courtois, que não conseguiu defender.

Mesmo em desvantagem, o time merengue continuou apático na etapa final. Tanto que o Rayo Vallecano fez Courtois trabalhar bem duas vezes nos primeiros minutos: primeiro em cruzamento de Embarba e depois em chute do atacante Bebé.

Zidane, então, mexeu no time: saíram Ceballos, Modric e Mariano Díaz para as entradas de Brahim Díaz, Isco e Lucas Vázquez – Casemiro permaneceu no banco. As alterações, contudo, não surtiram efeito. O Real Madrid não conseguiu ameaçar a meta adversária e amargou sua décima derrota na competição.

Próximos jogos

Pela 36ª e antepenúltima rodada do Campeonato Espanhol, o Real Madrid enfrenta o Villarreal no próximo domingo, às 11h15 (de Brasília), no Estádio Santiago Bernabéu. Já o Rayo Vallecano visita o Levante no sábado, às 8 horas.