<
>

Jornal argentino detona cotovelada de Geromel e cobra pênalti e vermelho; Grêmio rebate via Twitter

play
Renato se irrita com conversa e interrompe coletiva do Grêmio na Libertadores (1:13)

Técnico não gostou de conversa paralela na sala (1:13)

O jornal argentino Olé, que adora provocar os times brasileiros, não deixou escapar um lance do empate por 1 a 1 entre Grêmio e Rosario Central, na última quarta-feira, pela 1ª rodada da fase de grupos da Libertadores.

O diário criticou muito a cotovelada dada pelo zagueiro Geromel, da equipe tricolor, no atacante Zampedri, dos Canallas, nos acréscimos da primeira etapa.

Inicialmente, o árbitro Roddy Zambrado nada marcou. No entanto, os jogadores em seguida se envolveram em confusão e o equatoriano deu um cartão amarelo para cada.

Na opinião do Olé, porém, quem deveria ter sido punido era apenas Geromel.

"Era pênalti para o Central e cartão vermelho", disparou o jornal.

"Geromel deu uma tremenda cotovelada em Zampedri na área quando a bola já estava em jogo, depois de um escanteio. Deveria ter sido marcada a penalidade máxima e a expulsão para o brasileiro. Depois, uma confusão se armou e ambos viram cartão amarelo", sintetizou.

O Grêmio, por sua vez, usou suas redes sociais para responder.

Em sua conta no Twitter, o "Imortal" postou uma série de quatro fotos de Geromel sendo claramente puxado na área, com seu uniforme praticamente arrancado por um jogador do Rosario Central.

No lance em questão, o juiz também não marcou nada.

O Libertad-PAR lidera o grupo H, com 3 pontos. Grêmio e Rosario somam 1 cada. A Universidad Católica-CHI está em último, sem nenhum.

A próxima partida do Tricolor na Libertadores será na terça-feira, contra o Libertad, na Arena.