<
>

Real Madrid: Jornal mostra falta de Cristiano Ronaldo ao Real Madrid e culpa presidente: só queria gastar por Neymar

Após mais uma derrota do Real Madrid para o Barcelona, no último sábado (1), que praticamente descartou a equipe da luta pelo Campeonato Espanhol, o jornal El País fez um levantamento para explicar a falta de Cristiano Ronaldo na temporada 2018-2019 para os merengues.

O português atuou em Madri de 2009 a 2018.

Neste período, o time teve uma média de 70,5 gols marcados em LaLiga até a 26° rodada. Neste ano, entretanto, balançou as redes apenas 43 vezes neste período.

“A nostalgia de Cristiano Ronaldo se revelou nas contas feitas pelos veteranos do time antes de começar o Campeonato Espanhol”, afirma o periódico.

“Marcelo, Modric e Sérgio Ramos calcularam que dos aproximados 50 gols feitos pelo atacante na temporada, 20 poderiam ser marcados por qualquer grande atacante internacional, mas os outros 30, apenas o português teria qualidade de fazer. Destes 30, 17 ou 18 eram decisivos”, diz o El País.

Quando Cristiano Ronaldo deixou o clube, o presidente do Real Madrid, Florentino Pérez, colocou alguns nomes na lista de contratação. Entre eles, estavam Hazard, Cavani, Kane, Mané e até mesmo Neymar.

Mas o mandatário acabou bancando Bale, Benzema e Asensio na linha de frente dos merengues.

“Persuadido com a opinião dos seus conselheiros, preocupados com o vazio que deixaria Cristiano Ronaldo, Florentino Perez não fez grandes investimentos, a menos que fosse para tirar Neymar do PSG”, ressaltou o jornal.

O trio escolhido pela diretoria do Real Madrid para 2018-2019, contudo, não tinha números parecidos com o português.

"Desde que começou a atuar como profissional, Asencio nunca conseguiu terminar um Campeonato Espanhol com uma média de um gol a cada cinco jogos. Benzema, em apenas uma temporada, conseguiu a marca de 1 gol a cada dois jogos. Bale, por sua vez, nunca foi reconhecido pelo seu faro de gol", diz o El País.

Cristiano Ronaldo, por sua vez anotou 451 gols em 438 partidas pelo Real Madrid, uma média de 1,02 gols por jogo.