<
>

Incêndio no Flamengo: a cronologia da tragédia

play
Mauro explica situação da área onde estavam alojamentos e que seria para estacionamento, critica silêncio do clube e questiona cobertura da imprensa (8:17)

Tragédia no CT do Flamengo causou a morte de 10 pessoas na madrugada desta sexta (8:17)

Uma das maiores tragédias do futebol brasileiro, um dia de luto para o esporte mundial.

Um incêndio no Centro de Treinamento do Flamengo, o Ninho do Urubu, tirou a vida de 10 jogadores das categorias de base do clube, além de deixar três feridos.

O que era para ser uma madrugada tranquila acabou em tristeza, em um dia que parece não querer terminar.

Veja, abaixo, a cronologia da tragédia com os garotos do Flamengo:

Sem horário definido - Fogo atinge o local onde fica alojamento de jogadores das categorias de base do Flamengo, no Ninho do Urubu, onde dormiam atletas entre 14 e 17 anos que não residiam no Rio.

5h17 - Corpo de Bombeiros é acionado.

6h20 - Cerca de uma hora depois da chegada do Corpo de Bombeiros, o fogo é controlado. Dois quartéis foram deslocados, e o local estava totalmente tomados pelas chamas.

7h20 - Trabalho dos Bombeiros no rescaldo do incêndio é encerrado.

7h36 - Corpo de Bombeiros informa que são 10 mortos e três feridos, um deles em estado grave. A quantidade de vítimas foi confirmada após o combate ao incêndio.

8h33 - Feridos são identificados: Kauan Emanuel Gomes Nunes, 14 anos, Francisco Diogo Bento Alves, 15, e Jhonata Ventura, 15.

8h40 - Com queimaduras em cerca de 35% do corpo, Jhonata é levado às pressas para o centro cirúrgico.

9h18 - A repórter Débora Gares informa que o presidente do Flamengo, Rodolfo Landim, está a caminho do CT Ninho do Urubu

9h39 - A situação dos outros dois feridos: Cauã Emanuel Gomes Nunes está acordado, lúcido e na melhor situação; Francisco Diogo Bento Alves está estável, mas será encaminhado para o CTI.

9h50 - Polícia chega ao Ninho do Urubu para fazer a perícia. Um inquérito foi instaurado na 42ª DP (Recreio dos Bandeirantes) para apurar as causas.

9h57 - Felipe Cardoso, meia do sub-17 do Flamengo, nas redes sociais:

10h08 - O goleiro Francisco Diogo Bento Alves está fora de perigo, mas segue no Hospital Lourenço Jorge.

10h28 - O nome da primeira vítima é confirmada: o goleiro Christian Esmério, 15 anos.

10h51 - O tenente do Corpo de Bombeiros, Douglas Henaut, informa que:

- Os corpos das vítimas fatais ainda estão no CT e só serão liberados após autorização da perícia da Polícia Civil

- Vão para o IML Afrânio Peixoto

- A perícia é toda conduzida pela Polícia Civil

- Depois da perícia, a Policia Civil deve checar com Defesa Civil - e auxílio do Corpo de Bombeiros - se será necessário isolar o Ninho do Urubu.

10h58 - Veículos da Defesa Civil chegam ao Ninho do Urubu para a retirada dos corpos das vítimas, que serão levados para o IML.

11h11 - Após cirurgia, Jhonata Ventura está em situação delicada e será levado para o Centro de Tratamento de Queimados do Hospital Municipal Pedro II, em Santa Cruz.

11h40 - Funcionários da Light, responsável pela distribuição de energia elétrica na cidade do Rio de Janeiro, estão no Ninho do Urubu avaliando o local na tentativa de descobrir as causas do incêndio.

11h40 - Segundo o médico que acompanhou a cirurgia de Jhonata Ventura, o jovem teve de 30% a 35% do corpo queimado.

11h52 - "Os três jovens que sobreviveram estavam fora do incêndio, e os Bombeiros levaram cerca de uma hora para que a situação fosse totalmente controlada. Local estava totalmente tomado pelas chamas. Dois quartéis foram deslocados para o ocorrido", disse o tenente-coronel do Corpo de Bombeiros, Douglas Henaut. "Todas as vítimas saíram conscientes. Sobre as causas do incêndio, isso é trabalho da perícia e da Polícia Civil, ainda precisa ser estudado."

11h55 - "Um alojamento. Uma construção que atendia como alojamento dos jogadores. Queimou tudo", disse o tenente-coronel do Corpo de Bombeiros, Douglas Henaut.

11h57 - Segundo o vice-governador do Rio de Janeiro, Claudio Castro, a suspeita é que um curto-circuito em um ar-condicionado foi a causa do incêndio. O local era constituído de seis contêineres interligados, que serviam de dormitórios. Felipe Cardoso, que escapou da tragédia, relatou nas redes sociais que o ar-condicionado de seu quarto estava em chamas.

11h57 - O tenente-coronel do Corpo de Bombeiros, Douglas Henaut, afirma que oito corpos foram resgatados e retirados do Ninho do Urubu.

11h57 - Jhonata Ventura, ferido que passou por cirurgia no Hospital Lourenço Jorge, é transferido para o Centro de Tratamento de Queimados do Hospital Municipal Pedro II.

12h06 - Nota oficial do Corpo de Bombeiros: "O Centro de Treinamento do Flamengo, localizado na Estrada dos Bandeirantes. 25.997 - Vargem Grande, está em processo de regularização junto ao Corpo de Bombeiros, o que significa que ainda não possui o Certificado de Aprovação (CA), que é o documento final emitido pela corporação.

O CA é a documentação que atesta a existência e o funcionamento dos dispositivos contra incêndio previstos pela legislação vigente. Não se trata de alvará de funcionamento (estabelecimentos comerciais) ou habite-se (imóveis residenciais). Estes documentos são emitidos pela Prefeitura.

Importante esclarecer que a não existência do CA não significa, por si só, que o local não possuía os dispositivos, e sim que não era aprovado pelo CBMERJ".

12h28 - Presidente do Flamengo, Rodolfo Landim, se pronuncia: "O Flamengo está cuidando de tentar minimizar o sofrimento das famílias. Flamengo também está colaborando com as autoridades para que as causas sejam apuradas. Todos nós estamos de luto, é uma tristeza enorme que estamos sentindo. Obrigado a todos e peço desculpas", disse.

12h34 - Feridos são transferidos do Hospital Lourenço Jorge. Kauan Emanuel e Francisco Dyogo são levados para o Hospital Vitória, na Barra da Tijuca. Jhonata segue no Hospital Municipal Pedro II.

12h50 - O primeiro carro da Defesa Civil chegou ao IML Afrânio Peixoto, no centro do Rio, com os quatro corpos.

13h03 - O último carro da Defesa Civil que estava no Ninho do Urubu deixa o CT com os dois corpos que haviam ficado no local. Assim como foi feito com os outros oito, eles serão levados para o IML Afrânio Peixoto.

13h12 - Clássicos são adiados.

14h02

15h06 - Informação oficial do IML: os 10 corpos das vítimas estão no local para identificação e outros procedimentos. Três carros fizeram o transporte do Ninho do Urubu até o centro do Rio.

16h45 - Os corpos começaram a chegar a partir das 12h30. Todos estão carbonizados, então será necessário utilizar digitais e arcada dentária para a identificação. Os funcionários do IML aguardam a presença de familiares e, após a identificação, os corpos vão ser liberados para velório e enterro.

16h54 - Oito dos 10 corpos foram identificados.

17h38 - O médico do Flamengo, João Marcelo Amorim, e o psicólogo do clube, Alberto Figueiras, estão no IML para dar suporte às famílias das vítimas.

17h50 - Flamengo atualiza situação dos feridos no incêndio do Ninho do Urubu; Jhonata Ventura continua em estado grave.

18h11 - Todos os mortos são identificados: Athila Paixão, 14, Arthur Vinícius de Barros Silva Freitas, 15, Bernardo Pisetta, 14, Christian Esmério, 15, Gedson Santos, 14, Jorge Eduardo Santos, 15, Pablo Henrique da Silva Matos, 14, Rykelmo de Souza Vianna, 16, Samuel Thomas Rosa, 15, Vitor Isaías, 15.

18h56 - A Secretaria de Estado de Polícia Civil (SEPOL) informa que perícia foi realizada no local e um inquérito foi aberto na 42ª DP (Recreio dos Bandeirantes) para apurar responsabilidades. Nesta sexta-feira, foram ouvidos 13 atletas e três funcionários do clube. A Polícia Civil está requisitando ao Corpo de Bombeiros e à Prefeitura do Rio a documentação referente ao funcionamento do Centro de Treinamento. Também requisitou ao Flamengo imagens de câmeras instaladas no local.