<
>

Lateral Benjamin Mendy tem futuro incerto no Manchester City após atraso de três horas que irritou Pep Guardiola

O lateral francês Benjamin Mendy tem futuro incerto no Manchester City após irritar Pep Guardiola com suas atitudes dentro e fora de campo nesta temporada.

O último incidente envolvendo o jogador de 24 anos aconteceu no último domingo, quando deixou o treinador espanhol furioso por se reapresentar no centro de treinamento do City com três horas de atraso, para o tratamento de uma lesão no metatarso.

Em julho do ano passado, o clube inglês pagou 52 milhões de libras ao Monaco por Mendy. Com a lesão no pé, o lateral está fora do duelo contra o Brighton, neste sábado, pela Premier League, no Etihad Stadium.

Fontes disseram ao ESPN FC que o futuro do atleta está sendo questionado por Guardiola, por causa da desconfiança e aborrecimento do treinador com o profissionalismo do lateral.

Perguntado sobre Mendy na coletiva pré-jogo contra o Brighton, Guardiola disse: “Sim, ele se atrasou. Eu falei com ele. Eles (os jogadores) sabem que precisam ser pontuais aqui”.

No sábado, Mendy estava no Wembley, assistindo a luta de boxe pelo título peso-pesado entre Anthony Joshua e Alexander Povetkin. O lateral francês deveria receber tratamento na manhã seguinte. Mas o atraso foi considerado a gota d'água para Guardiola, que já havia se aborrecido anteriormente com a postura de Mendy.

O treinador tentou minimizar o incidente e disse: “Os jogadores se atrasam porque precisam deixar as crianças na escola”.

Na última sexta-feira, Mendy recebeu uma proibição de um ano sem poder dirigir depois de acumular 24 pontos de penalidade em sua licença, por não responder a polícia, que queria confirmar se o jogador era responsável por quatro infrações de trânsito por ultrapassar o limite de velocidade.

O defensor fez apenas 13 partidas pelo City desde que chegou no Monaco. Em setembro do ano passado, sofreu uma lesão no ligamento cruzado. Apesar da contusão, fez parte do elenco da seleção francesa que ganhou a Copa do Mundo de 2018, antes de voltar ao time de Manchester para o início desta temporada.

Enquanto isso, Guardiola revelou que Kevin De Bruyne está perto de retornar aos treinos. O meia se recupera de uma lesão no ligamento do joelho. O belga sofreu a contusão em agosto e o tempo de recuperação previsto era de três meses. Porém, o time espera que ele possa voltar a tempo do derby de Manchester, no dia 11 de novembro.

“Ele está dando os últimos passos e vai começar a treinar nos próximos dias, com parte da sessão de treinamento conosco. Então, tudo está indo bem”, explicou Guardiola.

Com jogos cruciais contra Hoffenheim e Liverpool na próxima semana, o jogo deste sábado contra o Brighton pode ser uma oportunidade para Phil Foden, meia que impressionou no meio de semana, na vitória contra o Oxford United, pela Copa da Liga Inglesa.

O jogador de 18 anos ainda não estreou pela Premier League, mas Guardiola disse que ele está pronto para a oportunidade.

“Não é importante se ele começa ou joga muitos minutos, ele é parte do grupo. É sobre minhas decisões. Ele está pronto para jogar, é claro, e pode ser titular em qualquer competição. Depois disso, ele precisa competir com seus companheiros e, às vezes, não é possível. Mas ele está pronto”.

Fontes disseram à ESPN FC que Foden está perto de assinar um novo contrato, mas Guardiola disse que não falou com o diretor de futebol, Txiki Begiristain, sobre o andamento do acordo.

“Acho que Phil gosta de estar aqui. O clube e o técnico não têm dúvidas sobre isso. Espero que aconteça mais cedo ou mais tarde, mas não estou envolvido. Ele precisa ir passo a passo, não ler muito, não assistir muito, treinar o melhor possível, jogar o melhor possível e sua carreira vai falar por si. Ele é um jovem jogador e tem que fazer sua própria carreira passo a passo”.

Jonathan Smith, correspondente do Manchester City do ESPN FC, contribuiu para este artigo.