<
>

São Paulo aceitou pagar salário de Morato para Sport liberar Everton Felipe

O São Paulo arcará com os salários de Morato até o final de dezembro deste ano, período em que o atacante defenderá o Sport por empréstimo. Foi este o acordo que definiu a contratação do meia Everton Felipe, 21, pelo clube tricolor.

Segundo apurou a reportagem, as tratativas com o Sport até poderiam ter sido concluídas na noite da última segunda-feira, quando a diretoria são-paulina melhorou a proposta inicial, mas foi justamente a indefinição sobre quem bancaria o salário de Morato que adiou a decisão.

Inicialmente o São Paulo nem cogitava envolver um jogador na transação. Há pouco mais de um mês, quando procurou o Sport para tratar de Everton Felipe, propôs pagar R$ 1,5 milhão agora e outros R$ 4,5 milhões em abril de 2019, quando encerraria o tempo de empréstimo do meia e ele ficaria em definitivo na equipe tricolor. Os pernambucanos recusaram.

Nesse meio tempo o Flamengo apareceu propondo pagar ao Sport os mesmos R$ 6 milhões que o São Paulo, mas divididos em mais parcelas. O Sport não aceitou.

O São Paulo aguardou até o Flamengo desistir da investida para voltar a negociar. Fez nova proposta. Dessa vez pagaria R$ 2 milhões no início e R$ 4 milhões em janeiro.

O Sport endureceu novamente e pediu um jogador. A sugestão do lado tricolor foi indicar Morato, que fez apenas um jogo nesta temporada e vinha treinando sem perspectiva de jogar.

Morato, que pertence ao Ituano, concordou. A equipe de Itu também concordou. O impasse foi: quem arcaria com os salários?. O São Paulo concordou no encontro da última terça-feira em bancar até o final do ano, quando finalmente o martelo foi batido e a contratação foi fechada.