<
>

Douglas Costa tem lesão na coxa, preocupa e nem viaja com o Brasil para encarar Sérvia

Douglas Costa será desfalque para a seleção brasileira na próxima quarta-feira, no jogo contra Sérvia. Ele, que entrou bem no segundo tempo da vitória sobre a Costa Rica, sentiu uma lesão muscular na coxa direita e sequer viajará para Moscou, palco do duelo da terceira rodada.

"Ontem, ao final do jogo, o Douglas Costa se queixou de dor na região posterior da coxa direita. Só lembrando que ele se apresentou lesionado, mas na coxa esquerda. Ou seja, diferente da queixa deste momento. Foi diagnosticado com uma pequena lesão muscular. Assim, não viajará conosco, ficará em Sochi”, disse Rodrigo Lasmar, médico da seleção, em entrevista coletiva.

Segundo o membro da comissão técnica, Douglas Costa ficará com um fisioterapeuta na cidade-base da seleção brasileira, onde a estrutura para a recuperação é melhor. Lasmar disse manter a expectativa para que ele retorne na Copa, mas o caso é mais grave do que o do lateral Danilo.

“Os dois ficam, nenhum dos dois viajam, não têm condições para o próximo jogo. O caso que mais preocupa é o do Douglas Costa. A situação do Danilo não é muito diferente, mas é um músculo menos importante, então, a perspectiva é um pouco melhor”, complementou Lasmar.

Danilo já desfalcou o Brasil contra a Costa Rica, tendo sido substituído por Fagner, que será novamente titular diante da Sérvia. Já Douglas Costa, que perdeu alguns treinos no início da preparação, por outra lesão, deu boa alternativa para Tite na sexta, entrando no lugar do titular Willian.

Segundo o médico brasileiro, o atacante não tem data para retornar, o que abre a possibilidade que ele seja problema também para os mata-matas em caso de classificação no grupo E. "Estamos imaginando (o retorno) dentro de um desempenho favorável na competição."

Já sobre Neymar, que também chegou a preocupar na preparação para o jogo contra a Costa Rica, ao deixar um treino com dores no tornozelo, Lasmar garantiu que não há problema com o astro.

"Na semana passada, todos viram um lance em que ele se queixou um pouco de dor, saiu. Desde o primeiro momento frisamos que era situação que não tinha nenhuma relação ao problema pelo qual foi submetido a cirurgia. Teve uma pancada. Como tínhamos previsto, treinou normalmente, foi para o jogo. Nenhuma queixa novamente no pé, no tornozelo. Totalmente recuperado.”

O médico falou também sobre a contusão do técnico Tite, que se machucou após cair na comemoração do primeiro gol brasileiro contra os costarriquenhos.

"Estamos em uma situação onde até o treinador se lesionou (risos), isso é inédito na minha carreira. Teve uma pequena lesão muscular na região da coxa, mas nada que nos preocupe (risos), ele mesmo colocou que o trabalho principal dele é com a cabeça. Ele começou a fazer um trabalho na fisioterapia, de recuperação. Mas, dentro do possível, ele está bem (risos).”