<
>

Defesa de cinema? Literalmente: goleiro que parou Messi tem carreira cinematográfica

Hannes Halldórsson é um dos grandes personagens da Copa do Mundo até agora. Foi ele o protagonista de uma verdadeira cena de cinema, ao defender a cobrança de pênalti de nada mais, nada menos do que o astro mundial Lionel Messi, na estreia de Argentina e Islândia na Rússia.

O roteiro não poderia ser melhor e com personagens tão marcantes, certo? Sim, ainda mais quando o assunto é Halldórsson. O goleiro do Randers FC, da Dinamarca, é titular absoluto da seleção e, além do futebol, ele se dedica a outra arte: o cinema.

O currículo mostra Halldórsson como diretor amador de uma série de vídeos e também como editor assistente do clipe que colocou a Islândia no Eurovision Song Contest de 2012, Festival Europeu da Canção. A atividade era o principal ganha pão do goleiro antes de se dedicar totalmente ao futebol.

Halldórsson, inclusive, tem um perfil no IMDB, International Movie Data Base, site que é referência quando o assunto é cinema. Ali, é possível saber um pouco mais sobre o goleirão, inclusive com participações dele em documentários, quase sempre no papel dele mesmo. E também protagonizou comercial para a Coca-Cola.

Outra curiosidade: antes de viajar para a Noruega e se tornar jogador professional, Halldórsson trabalhava na SagaFilm. A empresa, inclusive, prometeu que, ao fim de sua passagem pelo mundo do futebol, o emprego está garantido.

Quem diria que, longe da sétima arte, Halldórsson se tornaria herói, personagem principal, com atuação digna de Oscar em uma Copa do Mundo? Fez seis defesas, recorde na Copa da Rússia até agora, e saiu de campo até premiado, ao ser eleito o melhor da estreia no Mundial. Com certeza, um filme inesquecível, de terror, talvez, para Messi.