<
>

Stuttgart 'carimba a faixa' e impõe goleada histórica contra o Bayern em plena Allianz Arena

Por essa ninguém esperava!

Em manhã atípica na Allianz Arena, o Stuttgart fez partida impecável, aproveitou os erros e a apatia do Bayern de Munique e saiu com uma vitória convincente, por 4 a 1, da Baviera.

Já campeões da Bundesliga, os comandados de Jupp Heynckes levaram o jogo 'em banho Maria', e apesar de manterem mais de 75% da posse de bola, não foram contundentes no último terço do campo e tiveram a faixa de campeão carimbada na última partida desta temporada do Campeonato Alemão.

Faziam quase 10 anos que o Bayern não levava quatro gols em seus domínios na Bundesliga. A última vez tinha sido em setembro de 2008, numa derrota por 5 a 2 contra o Werder Bremen.

Com a vitória, o Stuttgart terminou a campanha na oitava colocação da Bundesliga. Um desempenho excelente, levando em consideração o fato que disputava a segunda divisão nacional no ano passado.

Ginczek, duas vezes, Akolo e Donis foram os autores dos gols dos visitantes. O francês Tolisso diminuiu para os anfitriões.

O JOGO

O começo do confronto foi atípico levando em consideração o retrospecto dominante que o time bávaro vem impondo dentro de casa na última década.

Logo aos cinco minutos de partida, o grego Donis aproveitou uma falha do brasileiro Rafinha, fez ótima jogada e cruzou rasteiro para Ginczek, que, sem goleiro, teve apenas o trabalho de escorar para o gol vazio. 1 a 0.

O Bayern deu sinais de vida e respondeu minutos depois. Após jogada de Lewandowski, a bola sobrou para o francês Tolisso, que teve compostura para empatar a partida aos 21 minutos.

Os bávaros tinham o controle do confronto, mas não agrediam o suficiente. Em um erro de passe na construção de uma jogada, o meia Donis, destaque do jogo, novamente aproveitou para roubar a bola de Thiago, deu um belíssimo drible da vaca em Sule e deslocou o goleiro Ulreich para colocar o Stuttgart em vantagem. 2 a 1, fim do primeiro tempo.

Logo na volta do intervalo, mais Stuttgart. Em outro contra-ataque (principal arma dos visitantes no confronto), Akolo aproveitou belo cruzamento e ampliou a vantagem dos visitantes aos 8 minutos do segundo tempo. 3 a 1.

Para 'fechar o caixão', aos 10 minutos, Ginczek aproveitou rebote para marcar seu segundo gol no confronto, o quarto do Stuttgart, que conseguiu conter os ataques do Bayern durante os 35 minutos restantes e saiu da Baviera com uma vitória impressionante, dando grande confiança para a disputa da Bundesliga na próxima temporada.