<
>

Bayern de Munique vence Eintracht Frankfurt com 'show' do brasileiro Rafinha

Na preparação para encarar o Real Madrid na terça-feira pela UEFA Champions League, o já campeão do Campeonato Alemão, Bayern de Munique, entrou em campo com os reservas e venceu por 4 a 1 o Eintracht Frankfurt.

A partida foi marcada pela grande atuação do brasileiro Rafinha, que entrou no segundo tempo e garantiu um gol e assistência. Também pela presença do técnico Niko Kovac, que ocupará o cargo de treinador do Bayern na próxima temporada e que ainda comanda o adversário.

A primeira chance do time bávaro surgiu aos três minutos de bola rolando, quando o lateral direito Joshua Kimmich cruzou e Frank Ervina cabeceou para fora. Aos dez minutos, o Eintracht atacou com Luka Jovic, que recuperou a bola no campo do adversário e avançou, bateu fraco, mas exigiu a defesa do arqueiro Sven Ulreich. Ele colocou a bola em jogo rapidamente, criando mais uma boa oportunidade para os campeões.

Bayern avançou pelo lado direito e fez jogada trabalhada, a bola correu até o lado esquerdo do campo, onde estava Ervina, que bateu colocado e quase abriu o placar. Os visitantes colocaram velocidade na jogada que aconteceu aos 39 minutos, recuperação pelo lado direito e cruzamento rasteiro para Jovic, que girou e deixou para Mijat Gacinovic bater, passou pelo lado direito do gol em direção a linha de fundo.

Os seguintes minutos foram tensos, embalados pelos gritos da torcida, os jogadores do Bayern se movimentaram rápido e um passe em profundidade para Meritan Shabani foi feito, mas o jogador estava impedido.

Depois da ‘banheira’ a devolução do Eintracht veio com reposição rápida do goleiro Lukas Hradecky, jogada vertical que chegou novamente nos pés de Jovic, o camisa oito recebeu entre os marcadores e colocou velocidade. Carregou a bola e chegou sozinho, de frente para o goleiro, bateu e Ulreich garantiu uma bela defesa com a perna esquerda.

Mais pressão dos visitantes, Jovic novamente recebeu e apareceu com perigo na área, mas se atrapalhou ao tentar controlar a bola e o goleiro agarrou. A jogada do gol que abriu o placar surgiu de uma troca de passes ainda na defesa do Bayer, o contragolpe veio de um lançamento de Kimmich para Sandro Wagner, que recebeu na área e rolou para Niklas Dorsch bater para o gol já vazio.

Na etapa complementar, as duas equipes fizeram alterações, destaque para a entrada do brasileiro Rafinha no lugar de Kimmich. O Bayern quase ampliou o placar aos 52 minutos, passe em profundidade para Levina, a defesa adversária mal posicionada. O atacante correu muito e cruzou na linha de fundo para Sandro Wagner, completamente livre, cabeceou para fora.

O segundo tento da partida saiu de um erro da defesa do Eintracht, Falette não segurou a bola e perdeu na corrida para Sandro Wagner, que tocou e recebeu quase na pequena área, para balançar novamente as redes.

Mas os erros defensivos continuaram a resultar em gols, dessa vez do lado perdedor, cruzamento pela direita de Danny da Costa, ‘furada’ do zaguerio Matt Hummels e Sebastián Haller desviou e tirou as chances do goleiro.

Os brasileiros decidiram aos 42 do segundo tempo, quando Thiago enfiou a bola para Rafinha, que levou até a área e bateu rasteiro. E o quarto e último gol da partida saiu com nova participação do lateral, que desta vez foi o 'garçom' e deu a assistência para Niklas Süle marcar.