<
>

Universitario de Sucre escala sub-19 e sofre 7 a 0 do Jorge Wilstermann

Com meses de salário atrasado, jogadores profissionais do Universitario de Sucre fizeram greve e não se apresentaram para o jogo diante do Jorge Wilstermann, pela 11ª rodada do Campeonato Boliviano. Com o protesto dos titulares, a equipe se sentiu obrigada a enviar para o jogo atletas do sub-20, incluindo um goleiro de 15 anos e, naturalmente, o resultado foi adverso: 7 a 0 para o Wilstermann. As informações são do site boliviano Diez.bo.

Com o placar elástico ainda na primeira metade do confronto, apenas sete jogadores do Sucre voltaram para a segunda etapa. A equipe médica alegou que os garotos não tinham condição de jogo. Aos dois minutos do segundo tempo, um jogador do Universitario caiu no gramado alegando lesão e foi substituído, obrigando a arbitragem a suspender a partida por falta de jogadores.

Segundo o estatuto da Federação Boliviana de Futebol e de acordo com a regra FIFA, o jogo não pode prosseguir caso uma das equipes não tenha no mínimo sete jogadores em campo.

A situação dos dois clubes é completamente oposta na competição. Enquanto o Jorge Wilstermann lidera o grupo A, com 29 pontos em 13 jogos. O Universitario de Sucre é o sexto, com apenas 11 pontos e o mesmo número de partidas disputadas.