<
>

Após estrear com 15 anos, italiano é vendido por R$ 78,3 milhões e se torna segundo jovem mais caro

Uma das maiores promessas do futebol mundial, Pietro Pellegri atingiu mais uma grande marca na carreira. Após quebrar dois recordes como o mais jovem da história a entrar e marcar um gol, o atacante se transformou no segundo jovem mais caros da história após assinar com o Monaco nesta semana.

Pellegri atacante foi apresentado em um negócio concretizado por 20 milhões de euros (R$ 78,3 milhões).

“Estou muito feliz em chegar ao Monaco”, disse. “Fui rapidamente convencido do projeto que permite jovens jogadores como eu de evoluírem e se desenvolverem no futuro”.

A negociação deixa Pellegri atrás apenas de Vinícius Júnior como o jogador mais caro abaixo dos 16 anos. O atacante do Flamengo foi contratado pelo Real Madrid por 45 milhões de euros (R$ 176,3 milhões).

Nascido em março de 2001, Pellegri havia marcado seu nome na história por ter sido o jogador mais jovem a entrar em campo durante uma partida no Campeonato Italiano - 15 anos e 280 dias. Meses depois se tornou o mais jovem a marcar um gol - derrota para a Roma por 3 a 2 - e a anotar por duas vezes no mesmo jogo - derrota para a Lazio por 3 a 2.

O atacante já chamava a atenção de outros clubes apesar dos poucos minutos como profissional - foram apenas 10 partidas no elenco principal do Genoa. Na última semana, o jornal Gazetta dello Sport colocava a Juventus próxima de contratar o jovem, que também atraiu o interesse de Arsenal e Manchester United.

O Monaco buscava um jogador para a posição após vender Guido Carrillo por 21,9 milhões (R$ 85,8 milhões) ao Southampton na última semana. Com o projeto de sempre buscar jovens que possam dar retorno a longo prazo, o clube encontrou em Pellegri o nome ideal para fazer parte de seu plantel.