<
>

Pepe exalta relação com Cristiano Ronaldo: 'É como um pai para mim'

Cristiano Ronaldo e Pepe se abraçam após vitória da seleção portuguesa Getty Images

Na última janela de transferências, Pepe deixou o Real Madrid após 10 temporadas para defender as cores do Besiktas, da Turquia. Durante esse tempo, atuou ao lado do craque Cristiano Ronaldo, além de serem companheiros também na seleção de Portugal.

Em entrevista ao jornal turco Sabah, o zagueiro rasgou elogios a CR7 e destacou a relação próxima entre eles.

“Tive a oportunidade de trabalhar com o Ronaldo no dia a dia. É uma pessoa que se esforça muito, está trabalhando constantemente. É como um pai para mim. É o melhor jogador do mundo e quem diz isto é alguém que jogou com ele”, ressaltou o zagueiro.

Pepe também falou sobre o longo período em que ficou no Real Madrid, admitindo que os merengues são o seu clube do coração e que passou por grandes momentos na capital espanhola.

“Passei 10 anos lá, poucos conseguem essa longevidade. O Real Madrid é um clube que eu amo. Sou um jogador veterano, mas também sou torcedores do clube. O Real tem muitos jogadores de qualidade. Creio que terão sucesso, a não ser que cruzem com o Besiktas, porque sou uma pessoa que sempre quer ganhar”.

O português comentou sobre a escolha de ir para Turquia e o que se pode esperar do Besiktas na Liga dos Campeões.

“Tive muitas ofertas, mas preferi as pessoas amáveis da Turquia. Para mim, este é um fator mais importante que as questões financeiras. Não acho que teria sido tão feliz em outro clube”.

“Será uma partida de alto nível. O Bayern de Munique é um dos grandes candidatos a ganhar a Liga dos Campeões, mas lutaremos modestamente. Sabemos que eles são os favoritos, mas nem sempre os favoritos ganham”, avaliou.

Por fim, Pepe comentou sobre a seleção de Portugal e a disputa da Copa do Mundo em 2018.

“Nós conhecemos nós mesmos. É muito importante conhecer os limites da pessoa e da equipe. Mas por outro lado, também somos conscientes de nossas qualidades. Acredito que mostramos ser ‘não, eu, nós” com o elenco na última Eurocopa. Há competidores muito sérios na Copa do Mundo de 2018. Em Portugal, queremos fazer o que fizemos até este momento”.