<
>

Técnico de time mexicano descarta Daniel Alves e ironiza até idade: 'Queria o que jogava com o Guardiola'

play
Barcelona divulga novo uniforme inspirado no ano olímpico de 1992; VEJA! (0:06)

Via @FCBarcelona I Cidade da Espanha já foi sede das Olímpiadas; Camisa é dourada e conta com detalhes na manga (0:06)

Treinador disse que ‘ama’ Daniel Alves, mas não gostaria de contar com lateral-direito neste momento


Diante das versões que indicavam uma procura do Tigres, do México, por Dani Alves, ex-lateral-direito do Barcelona, o técnico Miguel Herrera descartou um possível acerto com o nome da seleção brasileira e apontou que gostaria de contar com lateral, mas quando ele estava sob o comando de Pep Guardiola, em meados de 2009.

"Tento rejuvenescer o elenco e não gostaria de ter o Dani Alves. Para ter um jogador dessa idade é mais pelo nome e pela cobertura da mídia do que pelo que ele dá em campo. Eu amo o Dani, mas aquele que jogou com Pep Guardiola”.

“Na idade dele, ele é mais uma bomba do que o tempo em que pode nos ajudar. Talvez ele faça um bom torneio”, disse o treinador em coletiva após treinamento. Miguel Herrera disse ainda que procura um reforço, mas que não é um defensor e sim um atacante que possa estar presente quando André-Pierre Gignac estiver ausente ou para jogarem juntos.

“A opção é procurar um centroavante caso o André não esteja lá. Se tivermos outra possibilidade veremos, mas neste momento é procurar um avançado", acrescentou.

Por outro lado, Miguel Herrera falou sobre a derrota da Seleção Mexicana Sub-20 e destacou que estar fora da Copa do Mundo e Jogos Olímpicos em Paris 2024 é um fracasso, mas o que resta é continuar com o trabalho e governado fora que esses resultados influenciam o número de estrangeiros que está no futebol mexicano.