<
>

Zinchenko se emociona e diz que vaga na Copa será dedicada ao povo da Ucrânia: 'Dar essa emoção neste momento difícil'

play
Que fofura! Zinchenko celebra o título da Premier League do Manchester City com a família; VEJA (0:30)

Via @espnfc I Jogador deu sua medalha a seu filho (0:30)

Seleção ucraniana encara a Escócia, nesta quarta-feira (1), em Glasgow, pela semifinal da repescagem europeia para a Copa do Mundo no Qatar


Nesta quarta-feira (1), a partir das 15h45, no Hampden Park, em Glasgow, Escócia e Ucrânia decidem uma vaga na final da repescagem europeia, contra País de Gales. E antes de ir a campo por sua seleção, o lateral ucraniano Oleksandr Zinchenko se emocionou ao falar sobre a briga por uma vaga na Copa do Mundo no Qatar, em meio à invasão russa no país.

Durante entrevista coletiva nesta terça (31), o jogador do Manchester City afirmou que a finalidade da seleção ucraniana é dar um pouco de alento ao povo de seu país neste momento difícil, que teve início em fevereiro, quando a guerra eclodiu. Zichenko se emocionou e não segurou as lágrimas.

"Todo ucraniano tem o sonho de parar a guerra. Eu conversei com muitas pessoas de diferentes países. Falei com crianças ucranianas, eles não entendem nada, mas dizem uma coisa: 'Eu sonho que a guerra acabe'. No futebol, também temos um sonho. O sonho é ir à Copa do Mundo e dar essa emoção aos ucranianos neste momento difícil. Porque eles merecem", disse o defensor.

Em fevereiro, o lateral também se emocionou durante uma homenagem à Ucrânia, antes de partida contra o Everton, no Goodison Park, pela última temporada da Premier League. Zinchenko foi às lágrimas no gramado do estádio do time rival.

Quem também falou na coletiva foi o técnico da Ucrânia, Oleksandr Petrakov, que lembrou das dificuldades para a preparação para o jogo em solo escocês.

"Foi uma tarefa muito difícil, porque cada jogador está pensando em seus pais, mães e parentes que estão na Ucrânia. Mas cada um entende como essa tarefa é enorme. Estou trabalhando sob muito estresse, mas ainda tentamos atingir nosso melhor e conquistar o resultado. Nosso time está totalmente preparado", disse.

Em março, País de Gales venceu a Áustria por 2 a 1 e se garantiu na final da repescagem europeia. Quem vencer entre Escócia e Ucrânia, encara os galeses pela última vaga do continente no Mundial. O vencedor vai para o grupo B no Qatar, que tem Inglaterra, Irã e Estados Unidos.